25 de junho de 2024

Termômetros em Pão de Açúcar, Sertão de AL, marcam 50º na tarde desta terça-feira (14)

Por

Redação, com g1

Termômetro marca 50º na praça central de pão de Açúcar — Foto: Fagno Pinto/ Arquivo pessoal

 

Moradores de Pão de Açúcar, no Sertão do São Francisco, em Alagoas, distante 147 km de Paulo Afonso, na Bahia, fizeram registros que mostram um termômetro da cidade marcando 50ºC na tarde desta terça-feira (14). O equipamento fica no sol, por isso essa é a sensação térmica na cidade.

“Os termômetros de rua marcam a sensação térmica, não a temperatura real”, explicou o meteorologista Vinicius Pinho. A previsão da Secretaria do Estado do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Semarh) para a região é de máxima de 37ºC.

Os moradores tentam amenizar o calor como podem. Nas ruas do centro da cidade é comum ver pessoas usando sombrinhas para se proteger do sol.

“Viver em Pão de Açúcar não tem sido nada fácil, um teste de sobrevivência. Vivemos aqui numa cidade no semiárido nordestino, que por natureza já é quente, e temos como peculiaridade uma geografia que favorece ainda mais o aumento da temperatura. Temos morros e montanhas ao lado, ao redor, que bloqueiam o vento. Também é uma cidade que está pouquíssimos metros acima do nível do mar, então esse conjunto aí torna a cidade muito quente”, disse o jornalista e morador da cidade Fagno Pinto.

Moradores usam sombrinhas para se proteger do calor — Foto: Fagno Pinto/ Arquivo pessoal

 

Funcionários de um escritório, que passam o dia trabalhando dentro de uma sala, disseram que só estão conseguindo trabalhar com ventilador ligado junto com ar condicionado na temperatura 17ºC (veja vídeo abaixo).

Especialistas explicam que o Brasil vive uma onda de calor sem precedentes. Esse aumento na temperatura é comum todos os anos na “transição” entre a primavera e o verão. O Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) emitiu um alerta de “grande perigo” por causa das temperaturas acima da média para 15 estados e o Distrito Federal válido até sexta-feira (17).

Alerta de baixa umidade do ar foi emitido para a região — Foto: Fagno Pinto/ Arquivo pessoal

Semarh emite alerta de baixa umidade em Alagoas

A Superintendência de Prevenção em Desastres Naturais, que monitora as condições meteorológicas, emitiu um alerta nesta terça-feira (14) sobre as condições favoráveis à ocorrência de umidade relativa do ar em nível de alerta, abaixo de 20% nas regiões ambientais nas regiões do Sertão e Sertão do São Francisco. O alerta se estende até sexta-feira (17).

A umidade relativa considerada ideal é acima de 50%. Menos de 30% caracteriza situação de alerta. Abaixo de 12% é caso de emergência.

O ar seco e quente pode provocar desidratação e irritação nas vias respiratórias, o que aumenta o risco de doenças como rinite, sinusite, bronquiolite e, em casos mais graves, até pneumonia.

WhatsApp

Conteúdo 100% exclusivo e em primeira mão, que você só vê no PA4!

VEJA MAIS

COMENTÁRIOS

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WhatsApp

Conteúdo 100% exclusivo e em primeira mão, que você só vê no PA4!

WhatsApp

Conteúdo 100% exclusivo e em primeira mão, que você só vê no PA4!