14 de junho de 2024

Principal investigado do assassinato da esposa Sara Mariano tem cabelo puxado por manifestante após audiência de custódia

Por

Redação, sitepa4

Ederlan Santos Mariano, o principal investigado no caso do assassinato de sua esposa, a cantora gospel Sara Freitas Sousa Mariano, foi recebido com gritos de “assassino” no Fórum da Comarca de Dias D’Ávila, na Região Metropolitana de Salvador, durante sua audiência de custódia nesta terça-feira (31).

A Justiça decidiu manter a prisão temporária de Ederlan, que tem um prazo de duração de 30 dias. Além disso, determinou que ele seja transferido para uma “unidade prisional adequada”, embora os detalhes específicos dessa transferência não tenham sido divulgados na decisão.

Ao sair do fórum, um grande grupo de pessoas o esperava do lado de fora, demonstrando indignação e revolta. Além de enfrentar a hostilidade, Ederlan teve seu cabelo puxado durante a manifestação. A polícia precisou intervir para conter a multidão. Posteriormente, o investigado foi levado de volta à delegacia onde foi detido.

As investigações prosseguem enquanto a família e a comunidade clamam por justiça em memória da cantora gospel Sara Freitas Sousa Mariano.

Assista:

WhatsApp

Conteúdo 100% exclusivo e em primeira mão, que você só vê no PA4!

VEJA MAIS

COMENTÁRIOS

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WhatsApp

Conteúdo 100% exclusivo e em primeira mão, que você só vê no PA4!

WhatsApp

Conteúdo 100% exclusivo e em primeira mão, que você só vê no PA4!