14 de abril de 2024

Pauloafonsinos despedem-se de Leandro dos Anjos com emoção, lágrimas e pedidos de Justiça [VÍDEOS]

Por

Redação, sitepa4

Neste domingo, 3 de março, a população de Paulo Afonso se uniu em luto e solidariedade para o sepultamento de Valcy Leandro Valença dos Anjos, jovem de 24 anos, morto na última sexta-feira (1º). A cidade, abalada pela violência que tirou a vida de Leandro, prestou suas últimas homenagens com uma série de atos emocionantes.

Durante o velório e a missa de corpo presente, assim como no cortejo fúnebre até o cemitério, amigos, familiares e colegas da banda de fanfarra, onde Leandro liderava como maestro, renderam tributos emocionantes. Centenas de pessoas acompanharam cada passo do adeus, enquanto lágrimas e memórias compartilhadas ecoavam o sentimento de perda.

Pauloafonsinos clamam por Justiça

Enquanto todos se despediam de Leandro, uma onda de indignação se espalhava. Nas redes sociais, uma nota reivindicando justiça começou a circular, evidenciando a determinação da população local em não deixar o crime impune. “Pauloafonsinos estão indignados com a morte de Leandro Anjos. Populares não vão deixar que a morte dele fique impune. Estão dispostos a fazer protesto,” afirmava a mensagem. Embora ainda não houvesse detalhes sobre data e hora, o compromisso com a manifestação era claro.

Leandro e o exemplo de São Tarcísio

A Paróquia Sagrada Família do BTN, onde Leandro servia com dedicação como coordenador de coroinhas e acólitos, emitiu mais uma nota de pesar neste domingo (3). Nela, o pároco José Ronne destacou a vocação de Leandro para o serviço religioso desde a infância, comparando sua vida à de São Tarcísio, jovem mártir da Igreja primitiva e símbolo de fé e entrega. “A vida de Valcy Leandro assemelha-se a vida de São Tarcísio… A brevidade da vida de Leandro também foi um doar-se a Deus no dia a dia da Igreja e a sua família e amigos,” ressaltava a nota.

O crime e a investigação

A morte de Leandro, conforme informações da Polícia Civil, foi resultado de um ataque perpetrado por homens armados no Bairro dos Rodoviários. Leandro que não era o alvo dos criminosos, atingido na cabeça, não resistiu, apesar dos esforços do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu). Um segundo homem, esse sim, conforme a polícia, que seria o o alvo dos atiradores, foi ferido e sobreviveu. A Polícia Civil segue investigando o caso, buscando esclarecer as circunstâncias e capturar os responsáveis.


WhatsApp

Conteúdo 100% exclusivo e em primeira mão, que você só vê no PA4!

VEJA MAIS

COMENTÁRIOS

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WhatsApp

Conteúdo 100% exclusivo e em primeira mão, que você só vê no PA4!

WhatsApp

Conteúdo 100% exclusivo e em primeira mão, que você só vê no PA4!