23 de maio de 2024

Parente de pauloafonsinos que está em Israel tenta deixar país após guerra: “a gente tá muito preocupado”

Por

Redação sitepa4, com informações do g1-SE

Segundo ele, após a explosões, a maior preocupação foi para conseguir informar aos familiares no Brasil que estavam bem.

Sergipano que tem parentes em Paulo Afonso que está dando volta ao mundo fala sobre guerra Israel

 

O engenheiro civil Rodrigo Oliveira, que mora em Aracaju, mas tem familiares em Paulo Afonso (BA), está em Tel Aviv, em Israel, com a esposa e três amigos. Eles chegaram à cidade na última quarta-feira (4), três dias antes dos ataques do grupo extremista islâmico armado Hamas, que bombardeou Israel nesse sábado (7) em um ataque surpresa considerado um dos maiores sofridos pelo país nos últimos anos.

O grupo está há cinco meses fazendo uma ‘volta ao mundo’. Na quarta, eles haviam saído da Turquia e estavam em Israel hospedados em um apartamento alugado, quando foram acordados pelas explosões.

O engenheiro é primo dos gêmeos Rodrigo e Rômulo Menezes, o pai dele é irmão da professora Maria Janice. “Ele tem raízes aqui em Paulo Afonso. Inclusive a avó dele mora com a gente aqui, que é minha avó também e a gente tá muito preocupado, mas graças a Deus ele já estava no aeroporto, pegando um voo pra Dubai”, disse Rodrigo Menezes ao site pa4.com.br.

“Acordamos às 7h30, aproximadamente, com o barulho de explosões bem próximas, mas não entendemos o que era. Depois que começaram a sair as notícias nos portais locais que fomos entender o que estava ocorrendo. À noite a sirene tocou em toda Tel Aviv, então corremos para o térreo do prédio e ficamos na área das escadas, onde a estrutura é mais resistente. Dessa vez as explosões foram bem próximas, no bairro ao lado”, contou ao telejornal Bom dia Sergipe, afiliada da Globo em Aracaju.

Após o início dos ataques, Rodrigo disse que entrou em contato com a embaixada brasileira em Israel e foi orientado a ficar em casa e aguardar o voo de saída do país ou novas instruções.

Ao g1, ele contou que o aeroporto está lotado e que muitas pessoas tentam deixar o país ao mesmo tempo. Após quatro horas em uma fila, conseguiram comprar uma passagem e embarcam para Dubai nesta segunda-feira (9).

Para Rodrigo, a maior preocupação desde o início das explosões foi com a família, que está no Brasil. “Eu estava confiante no escudo antimísseis de Israel. A prova disso é que dos mais de dois mil mísseis lançados de Gaza, mais de 90% foram interceptados. Acho que a preocupação foi maior com meus pais, porque estavam aflitos aí no Brasil”, contou.

O conflito, que chega ao terceiro dia nesta segunda-feira, provocou a morte de ao menos 1.200 pessoas, sendo 700 em Israel, 493 na Faixa de Gaza e 7 na Cisjordânia, segundo o balanço mais recente.

Sergipano Rodrigo está dando volta ao mundo e conta como conseguiu fugir de guerra em Israel — Foto: Arquivo pessoal

 

WhatsApp

Conteúdo 100% exclusivo e em primeira mão, que você só vê no PA4!

VEJA MAIS

COMENTÁRIOS

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WhatsApp

Conteúdo 100% exclusivo e em primeira mão, que você só vê no PA4!

WhatsApp

Conteúdo 100% exclusivo e em primeira mão, que você só vê no PA4!