19 de junho de 2024

Para onde foi o quase meio bilhão de reais da receita do município, se os pagamentos não estão sendo realizados devidamente?, questiona Marconi Daniel

Por

Assessoria/Marconi

Na sessão legislativa de hoje, o vereador Marconi Daniel, líder da bancada da oposição, fez um discurso contundente que colocou em evidência sérios problemas na gestão municipal de Paulo Afonso. Ele destacou questões cruciais que afetam diretamente a vida dos cidadãos da cidade.

Marconi Daniel abriu seu discurso apontando para uma situação preocupante que afeta a educação no município. Ele ressaltou que, mais uma vez, o transporte escolar está parado devido à falta de pagamento, resultando na impossibilidade de muitos alunos irem à escola. Além disso, a paralisação comprometeu a participação dos estudantes nas provas do Sistema de Avaliação da Educação Básica (SAEB).

Outro problema sensível abordado pelo vereador foi a falta de água em comunidades rurais, causando desconforto e afetando a qualidade de vida dos moradores locais.

Marconi Daniel não parou por aí e trouxe à tona a preocupante questão das licitações na Prefeitura Municipal de Paulo Afonso. Segundo o vereador, as licitações estão ficando desertas, uma vez que as empresas não demonstram interesse em participar de processos licitatórios devido às notícias alarmantes sobre falta de pagamento por parte da Prefeitura.

A situação das clínicas credenciadas também foi destacada, uma vez que muitas delas suspenderam os serviços devido à falta de pagamento pelos serviços prestados. Como consequência, os pauloafonsinos enfrentam longas filas de espera, que chegam a ultrapassar seis meses, para a realização de exames.

Uma pergunta que paira no ar é: “Para onde foi o quase meio bilhão de reais da receita do município, se os pagamentos não estão sendo realizados devidamente?”. Marconi Daniel questionou a gestão municipal sobre a utilização dos recursos públicos.

Em um tom de firmeza, o vereador concluiu seu discurso com um apelo à administração municipal. Ele pediu que sejam tomadas medidas drásticas, como a demissão de funcionários sem vínculo efetivo com a prefeitura – os famosos “laranjas”, a redução dos salários considerados excessivos e o pagamento dos direitos dos funcionários que efetivamente trabalham, bem como das empresas prestadoras de serviço que estão tendo seus direitos violados.

“Não estou aqui para brincadeiras, estou aqui para fiscalizar e lutar por cada pauloafonsino”, enfatizou Marconi Daniel, encerrando sua fala de maneira incisiva. Seus apelos refletem as preocupações da população de Paulo Afonso e sinalizam desafios significativos que a gestão municipal precisa enfrentar.

WhatsApp

Conteúdo 100% exclusivo e em primeira mão, que você só vê no PA4!

VEJA MAIS

COMENTÁRIOS

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WhatsApp

Conteúdo 100% exclusivo e em primeira mão, que você só vê no PA4!

WhatsApp

Conteúdo 100% exclusivo e em primeira mão, que você só vê no PA4!