23 de abril de 2024

Marconi Daniel atribui a Mário Galinho o que classificou de “manobra antidemocrática para tomar liderança da oposição com medo do seu crescimento”

Por

Redação, sitepa4 (via assessoria)

 

Na retomada das sessões legislativas da Câmara Municipal de Paulo Afonso, ocorrida hoje, 19/02, o vereador Marconi Daniel (PV), chamou de “atitude antidemocrática” a destituição do seu nome da liderança da Oposição.

Segundo o parlamentar, na sexta-feira passada, dia 16 de fevereiro, a bancada de oposição se reuniu para discutir os dias de reuniões e a permanência por divisão igualitária. Na ocasião, ficou acordado que o mesmo permaneceria como líder da bancada da oposição, com a concordância, inclusive, do vereador Jean Roubert.

No entanto, para Marconi Daniel, através de sua assessoria, , essa decisão não foi bem recebida por Mário Galinho, do PSDB, o qual conforme texto enviado para o portal, “em um ato de fúria, exigiu a tomada da liderança pelos vereadores. Mário Galinho é liderado pelo Deputado Federal Adolfo Viana, ambos pertencentes ao grupo de ACM Neto (UB).”

Na sessão, Marconi Daniel disse ter sido surpreendido pelo que classifica de “uma manobra antidemocrática perpetrada pelos vereadores Pedro Macário (União), Paulo Tatu (PP), Gilmário Marinho (Podemos), Keko do Benone (Avante), Zé de Abel (PSC) e Jean Roubert (PSD).”

“Esses vereadores, sem qualquer eleição ou consulta prévia, decidiram destituir Marconi Daniel da liderança da bancada, nomeando o vereador Jean Roubert (com a sua concordância e assinatura) como o novo líder, contrariando o acordo prévio estabelecido”, diz texto da assessoria.

“É importante ressaltar que esses mesmos vereadores, agora autoproclamados como oposição, foram os responsáveis por barrar a CPI do COVID e aprovar o super salário dos prefeitos, evidenciando um histórico de decisões controversas e alheias aos interesses da população. Além disso, o mesmo grupo barrou e arquivou a CPI dos Terrenos, de iniciativa do vereador Jean Roubert”, acrescenta.

E finaliza:

“Marconi Daniel sempre exerceu seu papel como vereador de oposição, dedicando-se incansavelmente à defesa dos direitos dos cidadãos de Paulo Afonso. Sua atuação foi marcada por denúncias de irregularidades na gestão atual, em conjunto com outros vereadores verdadeiramente comprometidos com a transparência e a justiça. Por outro lado, os vereadores que agora usurparam a liderança da oposição demonstram um interesse mais voltado para os projetos pessoais e políticos do pré-candidato Mário Galinho (PSDB) do que para o bem-estar da comunidade. Sua ação antidemocrática representa um atentado aos princípios fundamentais da democracia e deve ser repudiada por todos os cidadãos de Paulo Afonso.”

WhatsApp

Conteúdo 100% exclusivo e em primeira mão, que você só vê no PA4!

VEJA MAIS

COMENTÁRIOS

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WhatsApp

Conteúdo 100% exclusivo e em primeira mão, que você só vê no PA4!

WhatsApp

Conteúdo 100% exclusivo e em primeira mão, que você só vê no PA4!