23 de maio de 2024

Lembranças de Paulo Afonso – Por Benedito Antonio Luciano, professor da UFCG

Por

Redação, com crédito de paraibaonline.com.br

Parque Belvedere – Paulo Afonso, Bahia.

Na condição de concluinte do curso de graduação em Engenharia Elétrica da Universidade Federal da Paraíba – UFPB, em junho de 1977 fiz a primeira viagem a Paulo Afonso-BA com o objetivo de conhecer as usinas do complexo hidrelétrico da Companhia Hidro Elétrica do São Francisco – Chesf.

As demais viagens ocorreram em 1979 e 1982, dessa feita como professor orientador de estágios integrados de alunos do curso de graduação em Engenharia Elétrica da UFPB, atual Universidade Federal de Campina Grande. Dessas viagens, guardo algumas recordações.

Numa delas, em 1979, pude presenciar uma cheia histórica no Rio São Francisco. Era tanta água a montante que as comportas de descargas das barragens Apolônio Sales (Moxotó), Paulo Afonso I, II e III foram abertas para dar vazão ao excesso, aumentado o volume d’água a jusante, o que, paradoxalmente, diminuiu a capacidade de conversão de energia elétrica nas usinas, pois a altura líquida da queda d’água estava reduzida.

Outra lembrança foi de um jantar providenciado gentilmente por três orientandos: Antônio Flavio Licarião Nogueira, Carlos Eduardo Gama da Silva e Hermínio Fonseca Almeida, no qual foi servido um excelente surubim, peixe típico do Rio São Francisco.

Depois do jantar, aproveitando o clima noturno aprazível, seguimos para o Parque Belvedere, belíssimo espaço público situado às margens da Barragem Delmiro Gouveia, frequentado por pauloafonsinos e turistas, local onde pode ser vista a icônica escultura intitulada “O touro e a sucuri”, conhecida popularmente como “O boi e a cobra”.

No contexto dessas visitas, a recordação mais hilária por mim vivenciada ocorreu em 1982. Naquela oportunidade, a coordenadoria dos estágios no âmbito do Departamento de Engenharia Elétrica da UFPB era exercida pelo professor Edison Roberto Cabral da Silva. Foi ele quem me nomeou orientador dos estágios de três alunos e tomou as providências relativas à minha viagem e estadia na Chesf.

Saindo do aeroporto de Campina Grande – PB, ao chegar no aeroporto de Paulo Afonso, peguei um táxi e me dirigi à portaria da Chesf, onde me apresentei. A secretária que me atendeu perguntou pelos outros dois professores, pois havia reservado três apartamentos na Casa de Hóspedes:

– Respondi: não são três professores; é apenas um, eu, Benedito Antonio Luciano.

– Ela não acreditou, telefonou para a UFPB e falou com o professor Edison Roberto e ele confirmou que era apenas eu mesmo.

E assim, ficou explicado o equívoco. Ao anotar o meu nome, ela tinha reservado três apartamentos: um para o professor Benedito; outro para o professor Antonio; e outro para o professor Luciano.

WhatsApp

Conteúdo 100% exclusivo e em primeira mão, que você só vê no PA4!

VEJA MAIS

COMENTÁRIOS

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WhatsApp

Conteúdo 100% exclusivo e em primeira mão, que você só vê no PA4!

WhatsApp

Conteúdo 100% exclusivo e em primeira mão, que você só vê no PA4!