5 de março de 2024

Em Paulo Afonso, mulher é agredida ao negar relação sexual com companheiro; vítima ficou com hematomas, olho roxo e cortes

Por

Redação, sitepa4

Em Paulo Afonso, mulher é agredida ao negar relação sexual com companheiro; vítima ficou com hematomas, olho roxo e cortes. Foto: ilustração

 

A guarnição foi acionada através do CICOM para verificar uma situação de agressão contra a mulher no bairro dos Rodoviários. No local, a vítima informou que seu companheiro a agrediu com chutes e socos deixando vários hematomas no corpo e o olho direito roxo e inchado, além de um corte na cabeça. Segundo a vítima, ambos estavam bebendo desde o dia anterior, até que seu companheiro quis ter relação sexual com ela e a mesma não quis, por esse motivo ocorreram as agressões. A guarnição a conduziu para o HRPA, onde foi atendida pela médica plantonista, foi medicada e liberada. Diante dos fatos, ambos foram conduzidos à Delegacia Territorial de Paulo Afonso para adoção das medidas cabíveis.

Uma guarnição da Polícia Militar em Paulo Afonso, Bahia, foi acionada pelo Centro Integrado de Comunicações (CICOM) para verificar uma situação grave de agressão contra uma mulher no Bairro dos Rodoviários. No local, os policiais encontraram uma vítima visivelmente machucada, relatando ter sido alvo de chutes e socos por parte de seu companheiro.

De acordo com o relato da vítima, ambos estavam consumindo bebidas alcoólicas desde o dia anterior. A situação escalou para violência quando o agressor manifestou o desejo de ter relação sexual que foi negada pela mulher, por esse motivo ocorreram as agressões”, disse a vítima à polícia.

Bastante machucada, a mulher foi levada para o Hospital Regional de Paulo Afonso (HRPA), onde recebeu atendimento médico do plantonista. Após ser medicada, a vítima foi liberada para se recuperar em casa.

Diante dos fatos, tanto a vítima quanto o agressor foram encaminhados à Delegacia Territorial de Paulo Afonso para a adoção das medidas cabíveis.

Central de Atendimento à Mulher: 180

O Ligue 180 presta uma escuta e acolhida às mulheres em situação de violência. O serviço registra e encaminha denúncias de violência contra a mulher aos órgãos competentes, bem como reclamações, sugestões ou elogios sobre o funcionamento dos serviços de atendimento.

A ligação é gratuita e o serviço funciona 24 horas por dia, todos os dias da semana. São atendidas todas as pessoas que ligam relatando eventos de violência contra a mulher.

O Ligue 180 atende todo o território nacional e também pode ser acessado em outros países.

WhatsApp

Conteúdo 100% exclusivo e em primeira mão, que você só vê no PA4!

VEJA MAIS

COMENTÁRIOS

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WhatsApp

Conteúdo 100% exclusivo e em primeira mão, que você só vê no PA4!

WhatsApp

Conteúdo 100% exclusivo e em primeira mão, que você só vê no PA4!