2 de março de 2024

Deitada em maca, mãe sobrevivente acompanha velório da filha de 14 anos em acidente com mais de 20 mortos na Bahia

Por

Redação, sitepa4

Deitada em maca, sobrevivente acompanha velório de filha em acidente com 24 mortos na Bahia — Foto: Filipe Costa

 

Na manhã desta terça-feira (9), Flávia Carneiro, uma das sete sobreviventes do terrível acidente entre um caminhão e um ônibus de turismo que matou 24 pessoas na Bahia, enfrentou o doloroso momento de acompanhar o velório de sua filha, Isabela Santos de Almeida, de 14 anos. A cena foi ainda mais comovente, pois Flávia estava deitada em uma maca, com a cabeça enfaixada.

Inicialmente, a Polícia Rodoviária Federal (PRF) confirmou que 25 pessoas morreram no acidente. Porém, depois a PRF e o Instituto Médico Legal (IML) confirmaram 24 mortes. Dos mortos, três estavam no caminhão e o restante no ônibus.

O velório ocorreu no bar de Maria Eunice Gonzaga, mãe de Flávia e avó de Isabela, localizada em Jacobina. Tragicamente, Maria Eunice também perdeu a vida no acidente.

😢 Flávia Carneiro, ao relembrar os momentos antes da tragédia, compartilhou sua angústia ao chamar por seus entes queridos, sem obter resposta: “Antes de eu conseguir sair do ônibus, comecei a chamar por todos, para ver se alguém me escutava e eu tentava ajudar, mas não escutei ninguém. Chamei por todos”.

Flávia acompanhou velório da filha — Foto: Filipe Costa

 

Na viagem estavam, além de Flávia e Isabela:

  • Maria Eunice Gonzaga (mãe de Flávia)
  • Gleidson Santana de Andrade (namorado de Flávia)
  • Paulo Jesus Araújo (marido da mãe de Flávia)
  • Ana Clara Santos Silva (prima de Flávia, 16 anos)

🌟 Apenas Flávia Carneiro e a prima Ana Clara sobreviveram à tragédia, sendo socorridas e recebendo alta hospitalar posteriormente.

Flávia Carneiro (à esquerda) e Ana Clara Santos (à direita) sobreviveram ao acidente com mais de 20 mortos na Bahia — Foto: Arte/g1

 

Flávia Carneiro, durante o velório, relatou ter sentido o aumento de velocidade do ônibus momentos antes do acidente: “Antes da batida, eu senti o motorista correr um pouco. Percebi que ele estava correndo mais do que ele vinha, eu senti”.

Com emoção, Flávia recordou a última viagem feliz com a família e lamentou a tragédia que tirou a vida de seus entes queridos: “A gente só queria voltar em paz, mas aconteceu essa tragédia e eu perdi minha família”. 🙏

Ambulância que transportou Flávia Carneiro ao velório da filha — Foto: Filipe Costa/TV Bahia

 

#TragédiaNaBahia #Acidente #Luto #ForçaFlávia #Solidariedade

WhatsApp

Conteúdo 100% exclusivo e em primeira mão, que você só vê no PA4!

VEJA MAIS

COMENTÁRIOS

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WhatsApp

Conteúdo 100% exclusivo e em primeira mão, que você só vê no PA4!

WhatsApp

Conteúdo 100% exclusivo e em primeira mão, que você só vê no PA4!