19 de junho de 2024

CRÔNICA – Não temos turismo no Brasil (Francisco Nery Júnior)

Por

Redação, sitepa4

Por Francisco Nery Júnior


Muita coisa nos intriga neste mundo. A primeira, por que a maioria das pessoas não investe na vida eterna. A segunda, por que tomar cachaça – e drogas outras -, lembrando o termo com toda a ênfase, sotaque, quero dizer, do papa Francisco.

Vale a pena considerar: quem infere a maldição (o Brasil estar atolado pelos erros dos seus governantes é uma maldição) do Brasil do fato de os brasileiros adorarem uma branquinha é o Sumo Pontífice. Francisco de Assis, o papa Francisco, o autor destas linhas, Francisco, e aqui estamos por causa do Rio São Francisco. Melhor ponderar.

Intrigante o Brasil não ter turismo. Ter menos visitantes estrangeiros do que a Torre Eiffel é não ter turismo no Brasil. Quem já teve dois ônibus de turismo por dia, como Paulo Afonso, não tem turismo com apenas um ônibus perdido em dias do mês.

Não ter turismo, serviço de cabotagem e atividade pesqueira em um país de costa tranquila e rios piscosos e perenes é, definitivamente, intrigante. Quem tem contato frequente com estrangeiros sabe[mos] como eles ficam intrigados. E nós não sabemos responder.

Turismo é indústria sem chaminé. Há turismo no México. Há turismo no Chile. Até na Argentina afundante há turismo!

Quem tem uma Amazônia – aí, sim, a Amazônia -, um Pantanal Matogrossense, um Nordeste com ventos permanentes e sol abundante, a Brasília de Oscar Niemayer, a Bahia do Descobrimento, o Rio de Janeiro do samba e o Brasil do futebol tem que ficar intrigado.

O que segue neste parágrafo pode destoar, ou sair um pouco do sentido básico do texto, mas pode salvar vidas. O leitor turista, melhor caprichar na segurança. Confiar desconfiando. De antemão, pesquisa e planejamento. Uma vez uma turista caiu de uma Asa Delta. Outra vez, uma outra caiu na cachoeira e muitas outras vezes turistas são assaltados. Não entrar em barcos sem coletes de proteção, não se pendurar em penhascos confiando em uma única corda, aconselhar-se com os nativos do lugar visitado, e assim sucessivamente.

O mal de o Brasil não decolar em termos de turismo não estaria no critério político da seleção dos seus gestores no que se refere aos órgãos governamentais?

 

WhatsApp

Conteúdo 100% exclusivo e em primeira mão, que você só vê no PA4!

VEJA MAIS

COMENTÁRIOS

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WhatsApp

Conteúdo 100% exclusivo e em primeira mão, que você só vê no PA4!

WhatsApp

Conteúdo 100% exclusivo e em primeira mão, que você só vê no PA4!