21 de junho de 2024

Comércio de Paulo Afonso aposta em incremento das vendas de junho com pagamento de 50% do 13°

Por

Washington Luís

Comércio de Paulo Afonso aposta em incremento das vendas de junho com pagamento de 50% do 13°. Foto: Washington Luís

 

O mês de junho, tradicionalmente é tido como um dos melhores períodos para o aumento das vendas no comércio varejista.

Em Paulo Afonso (Norte da Bahia), esse ano, as lojas de tecidos, confecções, calçados e acessórios esperam ultrapassar o movimento do mesmo período de 2022 até o final do mês. No ano passado, mesmo com o recuo da pandemia de covid 19, as vendas registraram uma pequena queda em relação aos anos anteriores a 2020.

Confiantes nos bons resultados, empresários do setor investiram na renovação dos estoques, decoração das lojas, e alguns até contrataram vendedores temporários.

O empresário pernambucano Francisco Rodrigues, há 40 anos atua no ramo de confecções em Paulo Afonso. Satisfeito com o movimento dos primeiros dias de junho, ele diz que os santos juninos nunca deixaram de ajudar nas vendas. Mas ele ressalta que o êxito também depende de outros fatores que não podem ser esquecidos.

“A expectativa para as vendas no São João é a melhor possível. O nordestino tem as festas juninas no sangue e o costume de se preparar para brincar. E com a mercadoria certa para o período, bom atendimento e confiança dos clientes, as vendas já estão sendo satisfatórias”, comemora.

Comércio de Paulo Afonso aposta em incremento das vendas de junho com pagamento de 50% do 13°. Foto: Washington Luís

 

Francisco acrescenta que, em sua loja, com o aumento da demanda, foi necessário contratar mais uma vendedora para o período das festas, e possivelmente, serão feitas novas contratações temporárias.

“Em épocas de festas, sempre é necessário contratar trabalhadores temporários. Já admitimos uma moça, e dependendo do movimento nos próximos dias, poderemos aumentar o quadro de colaboradores”, diz.

Outro fator que, segundo os lojistas, deve influenciar positivamente nas vendas é o pagamento da primeira parcela do 13° salário. Boa parte das empresas da cidade seguem o exemplo da Prefeitura e pagam o benefício parcelado nos meses de junho e dezembro. Aposentados e pensionistas também recebem o pagamento dividido, dinheiro que certamente circula no comércio local.

As facilidades para pagar também são consideradas como atrativo para quem opta por investir o dinheiro extra na renovação do guarda roupa ou na compra de eletrodomésticos.

O cliente pode ganhar um bom desconto no pagamento à vista, que também pode ser via PIX ou cartão de débito. O valor da compra também pode ser parcelado no cartão de crédito ou no crediário.

Com tanta facilidade e dinheiro a mais na conta, não dá pra passar o São João com a mesma roupa do ano passado. Contudo, especialistas em economia alertam os consumidores para não se empolgarem com as vantagens, gerando dívidas que podem trazer problemas futuros.

Comércio de Paulo Afonso aposta em incremento das vendas de junho com pagamento de 50% do 13°. Foto: Washington Luís

WhatsApp

Conteúdo 100% exclusivo e em primeira mão, que você só vê no PA4!

VEJA MAIS

COMENTÁRIOS

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WhatsApp

Conteúdo 100% exclusivo e em primeira mão, que você só vê no PA4!

WhatsApp

Conteúdo 100% exclusivo e em primeira mão, que você só vê no PA4!