14 de abril de 2024

Casal que ostentava vida de luxo nas redes sociais é preso suspeito de aplicar golpe milionário em Sergipe

Por

Redação, com g1

Segundo a Polícia Civil, ambos estão sendo indiciados por crimes de estelionato, organização criminosa e lavagem de dinheiro.

 

Casal preso por estelionato — Foto: Redes sociais

 

Um casal, identificado como Henrick Cunha e Gabrielle Santana, foi preso suspeito de aplicar um golpe milionário com a venda de cursos e investimentos na internet. A informação foi divulgada nesta sexta-feira (24) pela Polícia Civil. Ambos estão sendo indiciados por crimes de estelionato, organização criminosa e lavagem de dinheiro [Leia abaixo o que diz a defesa].

Segundo as investigações, os lucros com os investimentos nunca foram pagos às vítimas pelo casal que ostentava um alto padrão de vida nas redes sociais.

De acordo com a delegada Maria Pureza, as investigações tiveram início em 2022 e foram intensificadas em 2023. O golpe envolvia cursos de apostas.

“Diante do apurado, ficou evidenciado que o casal apresentava propostas em cursos para ensinar a fazer apostas. A partir daí, as pessoas eram convencidas a instalar robôs para fazerem apostas que eram garantidas como certas e com lucro 100%”, disse.

Ainda de acordo com a delegada, os investigados fizeram um evento divulgado em redes sociais. “Eles comunicam que os investimentos seriam transformados em criptomoedas e a partir daí criaram uma plataforma utilizando um influenciador digital para que a ideia deles fosse melhor aceita e garantir a credibilidade da fraude que eles estavam aplicando, além de angariar mais investimentos”, acrescentou a delegada.

Ainda segundo Maria Pureza, em abril deste ano, quando os investidores passaram a tentar resgatar os valores investidos, houve a negativa. “A partir daí aconteceu o conhecimento por parte dos investidores de que tinham sido vítimas de golpe. Tudo foi muito bem acompanhado na investigação, inclusive pelas postagens nas redes sociais com uma vida bastante luxuosa”, complementou.

“Quando ele foi ouvido na delegacia informou que tinha uma renda de R$ 2 mil, e que ambos não sabiam da atividade um do outro”, disse a delegada.

Ela informou ainda que as investigações ainda estão em andamento. E que é importante que as vítimas compareçam à delegacia para registrar o boletim de ocorrência. “É importante ressaltar que toda a proposta de ganho além do imaginável provavelmente é acobertada por uma fraude”, finalizou.

O que diz a defesa
A defesa do casal informou que ainda não obteve acesso aos autos, que estão em segredo de justiça. Disse, ainda, que será provado, ao longo do processo, que os investigados são inocentes e que a prisão efetuada é completamente desnecessária e inoportuna, devendo ser revogada.

WhatsApp

Conteúdo 100% exclusivo e em primeira mão, que você só vê no PA4!

VEJA MAIS

COMENTÁRIOS

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WhatsApp

Conteúdo 100% exclusivo e em primeira mão, que você só vê no PA4!

WhatsApp

Conteúdo 100% exclusivo e em primeira mão, que você só vê no PA4!