19 de abril de 2024

Águas da transposição do Rio São Francisco chegam em Monteiro, no Cariri da Paraíba

Por

REDAÇÃO - PA4.COM.BR COM G1

Moradores de Monteiro, no Cariri paraibano, registraram momento em que as águas passam pela comporta do Engenho Velho — Foto: Leitor/PA4



 

 

As águas da transposição do Rio São Francisco chegaram na Paraíba na noite da terça-feira (19), conforme informou o presidente da Agência Executiva de Gestão das Águas (Aesa), Porfírio Loureiro. Imagens feitas na manhã desta quarta-feira (20) por moradores de Monteiro, no Cariri paraibano, município localizado no Eixo Leste da transposição, registraram o momento em que as águas passam pela comporta do Engenho Velho e seguem para o Rio Paraíba.

 

Desde fevereiro que as águas da transposição do Rio São Francisco não eram bombeadas para a Paraíba. De acordo com o presidente da Aesa, após a chegada das águas em Monteiro nesta terça-feira, a espera agora é pela normalização da vazão, prevista para acontecer em até cinco dias.

 

Segundo Porfírio Loureiro, a Aesa solicitou ao Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR) a liberação de uma vazão de 4,3 metros cúbicos de água por segundo. Caso o MDR libere a vazão solicitada, há possibilidade que as águas da transposição cheguem ao Açude Epitácio Pessoa, localizado no município de Boqueirão, em até 25 dias. O açude abastece Campina Grande e outras cidades da região.

 

Na manhã desta quarta-feira, o G1 entrou em contato com a assessoria de imprensa do Ministério do Desenvolvimento Regional, mas, até a publicação desta reportagem, não houve resposta.

 

O canal da transposição das águas do Rio São Francisco da cidade de Monteiro, no Cariri da Paraíba, estava sem receber águas desde fevereiro deste ano. De acordo com o presidente da Agência Executiva de Gestão das Águas (Aesa), Porfírio Loureiro, desde o dia 22 de fevereiro que o bombeamento havia sido suspenso devido a um problema na barragem de Cacimba Nova, em Pernambuco.

 

Foto: Leitor/PA4

Conforme a Aesa, a barragem teve uma sobrecarga acima do permitido no projeto. Por isso, o Ministério do Desenvolvimento Regional teria parado o bombeamento para o canal de Monteiro. Na época, alguns moradores contaram que o abastecimento estava acontecendo por meio de carros-pipa, de vinte em vinte dias. Outras pessoas só recebiam água em casa duas vezes na semana.

 

Monteiro foi a primeira cidade paraibana a receber as águas da transposição, no dia 8 de março de 2017. A água passou no último segmento de canal da transposição para entrar no túnel por volta das 18h20, já na zona rural de Monteiro, próximo à divisa com Pernambuco.

 

Já no dia 14 de março de 2018, o então Ministério da Integração confirmou a necessidade de suspensão temporária da transposição do Eixo Leste do Rio São Francisco para a Paraíba, até que as obras programadas para os açudes de Poções e Camalaú fossem concluídas, prazo máximo de quatro meses, segundo nota do governo.




 

Foto: Leitor/PA4

Canal tem rachaduras no trecho de Monteiro
Uma vistoria técnica feita nas obras do Eixo Leste da Transposição do Rio São Francisco na cidade de Monteiro constatou que as obras apresentam rachaduras em vários trechos, que podem ter sido causadas por impropriedades na concepção ou execução da obra.

 

A informação técnica da vistoria, feita por um perito do Ministério Público Federal (MPF), tem informações que são contrárias às hipóteses levantadas pelo Ministério de Desenvolvimento Regional que, por nota, sugeriu que as fissuras nas placas do canal teriam sido “em decorrência das altas temperaturas na região durante o dia e constante exposição ao sol, além de baixas temperaturas à noite”.

 

Foto: Leitor/PA4

A vistoria foi feita nos dias 21 e 22 de julho deste ano, no trecho entre a cidade de Monteiro, na Paraíba, e Sertânia, em Pernambuco. Entre os problemas apontados pelo perito, estão trincas e fissuras no revestimento de concreto, que chegavam a atravessar as placas em alguns pontos.

 

O documento do MPF, que foi remetido à procuradora da República Janaína Andrade de Sousa, diz ainda que em alguns trechos houve uma tentativa frustrada de recuperação das placas por um material selante, que já está deteriorado. Em alguns pontos, as rachaduras tinham mais de 1,5 centímetros.

 

Em outros trechos, as placas apresentam danos mais severos. O texto da informação técnica diz que o revestimento aparenta não ter sido feito com juntas horizontais e tem um aspecto mais poroso, “suscitando dúvidas quanto ao método de execução e à qualidade” das placas.

 

 







WhatsApp

Conteúdo 100% exclusivo e em primeira mão, que você só vê no PA4!

VEJA MAIS

COMENTÁRIOS

Comentários 18

  1. Carlos Lantyer says:

    É Governo Bolsonaro, trabalhando pelo desenvolvimento dos nordestinos. Vai aparecer esquerdopata, dizendo que a obra é do PT. Deixe o homem trabalhar, esquerda fedorenta. É para o bem do Brasil. Esta obra vai ser realizada, pelo Governo Bolsonaro. Em 16 anos, o PT não fez nenhuma grande obra. Aliás, a única grande obra do PT, foi o Porto de Marieu, em Cuba.

    • Sgt neto says:

      Vai estudar notícia burro eu acho que vc não sabe nem o que se passa na sua casa imagina na política

    • Anônimo says:

      ODIOTA

    • José Renato says:

      Concordo.
      Além de construir com nosso dinheiro um porto em Cuba, o desgoverno petista deu a Eco Morales duas refinarias que a Petrobras tinha construído na Bolívia.
      O índio cavaleiro, no desgoverno Lula, invadiu as refinarias, rasgou as bandeiras brasileiras que tremulavam nas fachadas e simplesmente declarou que aquelas refinarias, a partir da invasão, seriam da Bolívia.
      O criminoso e ladrão Lula, ocupando na época a presidência da República, FICOU DO LADO DA BOLÍVIA, cometendo um crime de leda pátria pelo qual será cobrado pela história.
      Interessante é que os petistas jamais comentaram esse fato. Eles também não gostam do Brasil. Só gostam do poder.

    • Anônimo says:

      você e cego amigo.

    • Anônimo says:

      Nordestino pagando pai pro Bolsonaro nem merece resposta

    • Anônimo says:

      Pegando carona em tudo que o PT fez ainda tem trouxa pra ficar puxando o saco

  2. Avanti Brasil says:

    Os Petralhas passaram 16 anos e nada aconteceu, o capitão Bolsonaro resolveu em 11 meses. Muda Brasil.

  3. Bianô says:

    Obra muito bem sucedida e de autoria de pai Lula

  4. Lurdes says:

    Graças ao PT, é claro. Bolsonaro não fez nada.

  5. Douglas says:

    Sem Lula nada disso seria possível, Bolsonaro está apenas surfando nas conquistas do PT, agora tá fácil.

  6. Anônimo says:

    Acho que devemos seguir o exemplo dos asnos AB e CL que passaram os maravilhosos, magnânimos, estupendo… anos PTistas hibernando, mas só que não! Nós PETRALHAS derrubaremos cada hum desses…bolsoasnos!!!!!

  7. Destrambelhado says:

    Os laranjas do PSL e os …do PMDF não pararam a obra por que não podia mais , já estava contratada. Porque esses…não fizeram antes?

  8. Observador says:

    Viva Bolsonaro

  9. carona obras PT says:

    Jair Bolsonaro sempre foi contra a transposição do Rio São Francisco, afirmando que as águas do Velho Chico não seriam suficientes para atender a região da seca. O mito defende que vai importar a tecnologia de Israel para dessalinizar águas marinhas para irrigar o sertão nordestino. Está pegando carona nas obras do PAC I e II do governo do PT

  10. Anônimo says:

    UE …nunca seria conta un trabalhando tão bom para vocês k precisava de água para abastecer Campina Grande parabéns presidente Lula si não ele viva à presidência dos trabalhadores tá bom pt

  11. Carlos Lantyer says:

    Quem está construindo a transposição do Rio São Francisco é o Governo Bolsonaro. Lula e sua gangue assaltaram e quebraram o Brasil. Não fez uma única obra. Em 2022, vamos reeleger Bolsonaro e a esquerda vai ficar se remoendo de inveja e chorando o tempo todo. PT, NUNCA MAIS. Os brasileiros decentes não vão deixar.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WhatsApp

Conteúdo 100% exclusivo e em primeira mão, que você só vê no PA4!

WhatsApp

Conteúdo 100% exclusivo e em primeira mão, que você só vê no PA4!