5 de julho de 2022

Abertura do Cariri Cangaço reúne palestras, homenagens e apresentações em Paulo Afonso

Por

Redação / Informações PMPA

Uma noite festiva e de muita cultura. Assim foi a abertura do Cariri Cangaço, nesta quinta-feira (24), um dos maiores eventos sobre o movimento liderado por Lampião e que tem Paulo Afonso como sede até o domingo (27). A atividade, que acontece desde 2009, no Cariri, no Ceará, demonstra a ligação de Paulo Afonso com o cangaço.

O prefeito Luiz de Deus, secretários, servidores e cerca de 300 pesquisadores de 17 estados estiveram reunidos, envolvidos em palestras, discussões e abordagens sobre o tema. “Hoje se encontra aqui no município um número alto de pesquisadores, que continuam com as pesquisas do fenômeno que ocorreu no passado. No ponto de vista cultural tem uma importância muito grande não só para Paulo Afonso, mas para todo o Nordeste. Esse é um movimento muito relevante”, diz o prefeito, Luiz de Deus. O gestor foi homenageado com um diploma do evento.

Segundo o Secretário de Cultura e Esportes, Dernival Oliveira, é uma alegria Paulo Afonso receber um movimento tão importante. “É um prazer muito grande a gente estar voltando com a questão da cultura e já retornando com um grande evento. O Cariri Cangaço nasceu em Paulo Afonso há 14 anos e existe em 17 cidades do Nordeste. Então, Paulo Afonso recebe esses pesquisadores de braços abertos”.

O Administrador do Bairro Tancredo Neves, Luiz Humberto, destacou que o Nordeste inteiro tem uma representação dentro de Paulo Afonso. “Paulo Afonso é uma cidade magnífica, que abraça todas as pessoas. Nós temos uma coleção de cultura espetacular. Nosso município é um gigantesco abraço em todo Nordeste, aqui nós temos pernambucanos, alagoanos, sergipanos e paraibanos. A escolha da nossa cidade para sediar um evento desse porte muito nos alegra, deixa claro para todos do quanto se valoriza, do quanto se dá a importância devida às questões culturais”.

A noite ainda contou com a apresentação da Orquestra da 1ª Companhia de Infantaria, e uma performance dos cangaceiros e volante . “O movimento Cariri Cangaço é isso, ele ressalta a importância do cangaço. É uma das riquezas que a gente tem que garimpar, é uma riqueza histórica do Brasil que é a história do cangaço no Nordeste. O fenômeno ajudou a moldar a figura do nordestino, tudo que surge vem a partir desse período que envolve o cangaço”, ressalta idealizador do evento, Manoel Severo.

Ainda estiveram presentes os secretários de Educação, Elza Brito; de Turismo, Indústria e Comércio, Nino Rangel; de Meio Ambiente, Ivaldo Júnior e servidores e o vereador Paulo Tatu.

Durante a manhã desta sexta (25) e sábado (26), serão realizadas visitas em localidades que trazem a história do cangaço, como Baixa do Boi (Lagoa do Mel), Povoado Riacho (casa de Generosa) / Malhada da Caiçara (Museu Casa de Maria Bonita) e Povoado Arrastapé (Casa de Durvinha) e povoados Salgadinho, Juá e Campos.

WhatsApp

Conteúdo 100% exclusivo e em primeira mão, que você só vê no PA4!

VEJA MAIS

COMENTÁRIOS

Comentários 1

  1. Melquisedeque Ferraz - neto de homem assassinado pelo facínora says:

    Não sei o que se passa nas cabeças destas pessoas, que se dizem “cultas”, que teimam em homenagear um bandido sanguinário, que implantou no Nordeste e tanto mal fez a sua gente sofrida. Os relatos de suas atrocidades são do conhecimento do mundo todo. Mas, como há uma maneira de faturar em cima disso, leva-se adiante essa farsa, que tenta transformar ele e sua mulher cruel em heróis do Nordeste…. triste, muito triste….

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

WhatsApp

Conteúdo 100% exclusivo e em primeira mão, que você só vê no PA4!

WhatsApp

Conteúdo 100% exclusivo e em primeira mão, que você só vê no PA4!