23 de maio de 2024

Essa é para os professores de Paulo Afonso…

Por


ACORDO ENTRE PREFEITURA E APLB PREVÊ REAJUSTE SALARIAL DOS PROFESSORES EM SENTO-SÉ, cidade menor que Paulo Afonso e com uma receita muito menor, trata professor como gente e melhora á qualidade de vida dos mesmos fazendo com que a educação seja realmente de qualidade.


Quando isso vai acontecer em Paulo Afonso? Será isso uma utopia?


 



 


Recente acordo firmado entre a prefeitura municipal de Sento-Sé e a APLB Sindicato equiparou o salário dos professores da rede municipal ao novo piso nacional, estabelecido pelo Ministério da Educação, em Fevereiro deste ano. O novo piso estabelecido pelo MEC ficou em R$ 1.187,08, para professor de nível médio, com jornada de trabalho de quarenta horas semanais. Para adequar as finanças a prefeitura de Sento-Sé refez as contas e reajustou o salário dos professores. O professor de nível médio passou a recebe R$ 1.661,90, com as gratificações, para trabalhar dois turnos, e um professor de nível superior R$ 2.160,48, com as gratificações, para trabalhar 40 horas.


O acordo firmado entre o prefeito Ednaldo Barros e a diretoria do núcleo da APLB de Sento-Sé, prevê que o novo reajuste seja pago a partir do mês de janeiro. Os professores vão perceber as diferenças salariais retroativas em duas parcelas. No dia 31 de Março serão depositados os valores correspondentes aos vencimentos do mês e a diferença de janeiro. Os retroativos de Fevereiro serão pagos junto com os proventos de Abril. Considerando o reajuste salarial dos professores e o aumento do mínimo que passou de R$ 510,00 para R$ 545,00 e outras elevações, o impacto na folha salarial foi de R$ 715.421,23.


O presidente do núcleo da APLB em Sento-Sé, Antonio José Muniz (Guara), considerou satisfatório o resultado dos acordos e classificou positivo o relacionamento do sindicato com a administração municipal. Além do reajuste salarial, o prefeito Ednaldo Barros anunciou outros benefícios na educação, como: Reforma imediata de todas as escolas, nomeação de pessoal de apoio aprovados em concurso público e informatização das escolas, com internet em rede banda larga.


Ednaldo Barros também autorizou a assinatura de contrato entre a APLB e Bahia Odonto, para a implantação de um plano de saúde odontológica dos servidores, com desconto em folha. O modelo é o mesmo usado pelos servidores do estado.


Isso mesmo plano odontológico para os professores, essa é uma realidade distante aqui em paulo afonso… pois a categoria tem lutado sozinha e sem êxito. Enquanto a prefeitura posa de competente a educação se afunda vivendo de maquiagem e propaganda enganosa.

WhatsApp

Conteúdo 100% exclusivo e em primeira mão, que você só vê no PA4!

VEJA MAIS

COMENTÁRIOS

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WhatsApp

Conteúdo 100% exclusivo e em primeira mão, que você só vê no PA4!

WhatsApp

Conteúdo 100% exclusivo e em primeira mão, que você só vê no PA4!