15 de agosto de 2022

Agora essa! Aldo diz que é mais forte do que Neto para ser o vice de Caires

No cenário atual, onde as discussões políticas voltam-se para as definições de candidatos, Aldo Carvalho (PV), ex-secretário de Serviços Públicos da gestão do prefeito Raimundo Caires, está na luta para compor a chapa como vice de Raimundo Caires. O fortalecimento do prefeito e o seu crescimento na aceitação popular estão acirrando a disputa.


 


Para Aldo, o seu nome é mais forte que qualquer indicação do PT. “Se fôssemos colocar numa balança a questão de agregar valor para a candidatura para reeleição de Raimundo, e desagregar, eu acho que meu nome é muito mais forte que qualquer um que venha do PT hoje. Eu tenho o consenso da base, eu tenho pessoas na rua me falando isso, eu tenho as instituições, através de seus representantes, me dizendo informalmente”, afirmou Aldo.


 


Aldo disse que jamais se colocou publicamente a respeito da sua pré-candidatura porque não tinha autorização, “mas hoje eu tenho essa condição de dizer que o meu nome é um nome de consenso na base aliada”. Segundo ele, o prefeito Raimundo Caires o chamou pela primeira vez em novembro de 2007. “Quando fui chamado, na verdade, foi um susto pra mim, mas baseado naquilo que eu comecei a compreender e aprender dentro do serviço público, com o passar do tempo, eu descobri que sou um grande nome, e no quarto convite, eu disse:  prefeito pode me colocar na briga, estou à sua disposição. Eu devo isso como retribuição da confiança que ele me deu. Dr. Raimundo não me conhecia quando me colocou para estar à frente da secretaria, mas depositou todas as cartas da secretaria de Serviços Públicos na minha pessoa. Ele credita grande parte do sucesso da secretaria com a minha chegada. Eu credito ao prefeito com a vontade dele, mas na verdade, é um trabalho em equipe”.


 


Segundo Aldo, naquela época era muito remota a possibilidade do PT se aproximar de Raimundo Caires “em função dos ataques que ele vinha recebendo do deputado Paulo Rangel (PT), ataques com muita veemência”.


 


Para ele, sua desvantagem na disputa está na força da sigla do PT. “Para a população, a sigla do PT é muito mais forte. Ela é extremamente forte no contexto federal e estadual. É essa força do PT no estado e na federação que torna o partido num bom aliado. Agora, na esfera local, o PT tem problema de nomes. Eu não conheço nenhum nome que venha a ser forte como o meu hoje. Não é prepotência, não é arrogância, mas é algo que hoje eu tenho a convicção disso em função do que eu escuto. Até mesmo dentro do próprio PT, uma parcela grande do partido adora meu nome”, falou.


 


Sobre a possível definição da composição da chapa majoritária entre PSB e PT, Aldo disse: “eu acho que, se o prefeito deu a palavra, ele tem que cumprir a palavra. Mas se houver um diálogo maduro, consistente, racional entre PT, PV e PSB, eu tenho certeza que se aplicarmos o bom-senso neste diálogo, o meu nome sairia vitorioso”.


 


A definição do nome do vice pelo PT no dia 15 parece não ter sido definitiva para Aldo.”Nós estamos buscando a escolha do meu nome há vários dias. Isso num diálogo muito maduro, muito interessante, os presidentes dos partidos que temos conversado, cada um separadamente, tem demonstrado um carinho, um respeito muito grande por nós (PV).  E também tem respeitado o PT, eles têm a opinião de que realmente o PT tem uma sigla forte, mas que, para agregar valor no sentido de voto, o meu nome é mais forte. Se houvesse, inclusive, um diálogo, amplo, objetivo, nas bases, incluindo o PT na defesa do meu nome, isso seria excelente.


 


Sobre a indicação de Luís Neto, disse: “Neto tem um nome forte, respeitado, tenho profunda admiração, mas não é mais forte que eu”.


 


Eu não seria ingênuo a ponto de acreditar que alguém me achou bonito e eu seria o vice. Na verdade, eu não encontrei resistência de ninguém, nem do próprio PT, o que é natural dentro de qualquer partido, de fazer parte do poder, para que dentro do poder, possa fazer valer as políticas públicas que existem nas suas doutrinas, isso é legítimo, é natural”, comentou Aldo Carvalho.


 


Mas Aldo diz estar pronto para aceitar o nome do PT. “Apóio a composição da majoritária de Raimundo com o PT, isso é uma questão de lealdade ao prefeito, fidelidade, e a vontade que ele seja reeleito. O prefeito sempre deixou claro que sua prioridade era uma majoritária com o PT, nunca mentiu pra mim, ele me disse que eu era o nome dele para vice-prefeito, porém, se o PT viesse, o candidato seria deles. Eu não estou aqui enganado não. Hoje, o PT vindo para o nosso lado, nós vamos lutar juntos”.


 


Segundo ele, não há ressentimentos ou mágoa. “Eu hoje digo com todas as palavras que me sinto muito honrado de ter sido citado. Para mim, está ótimo. O fato de eu ser ou não o vice, no final das contas, vai ter servido para mostrar que nós já temos pessoas nascidas aqui capazes de administrar a cidade”.


 


E conclui: “Vou respeitar qualquer decisão, qualquer resultado que houver, mas deixo claro que eu sou ‘o nome’”.

WhatsApp

Conteúdo 100% exclusivo e em primeira mão, que você só vê no PA4!

VEJA MAIS

COMENTÁRIOS

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

WhatsApp

Conteúdo 100% exclusivo e em primeira mão, que você só vê no PA4!

WhatsApp

Conteúdo 100% exclusivo e em primeira mão, que você só vê no PA4!