27 de maio de 2024

Professor Epidauro Pamplona: Dilma, “Uma luz no final do túnel”

Por

OZILDOALVES.COM.BR – CONTATO


Mensagem enviada atrav?s do site em 1/11/2010 – 22h23m


=============================================================


 


Nome: Epidauro Pamplona


E-mail: carlosalberto.eficaz@.com.br


 


Mensagem: Dilma: “Uma luz no final do túnel”


 


A quintessência das benesses do presidente Lula para as mulheres, brasileiras ou não, foi a criação e a indicação de Dilma Roussef  para presidente do Brasil, ora, eleita, com expressiva votação, da maior nação da América do Sul.


Desde os primórdios que a mulher é discriminada, enclausurada, maltratada e escravizada pelo homem que se nutre, ainda, do fanatismo religioso e do  “nacionalismo político”, para impetrar ignomônias contra o suposto “sexo frágil”.


 


No Afeganistão e no Oriente Médio, com 12 anos, para nunca sentir prazer sexual, a adolescente tem o clitóris arrancado, as vezes pelo próprio pai, em tendas insalubres que deixam a mulher com sequelas terríveis, e patologias oncológicas


incuráveis,  até a morte.  Às vistas de outras religiões, da Política Internacional e da ausência dos Direitos Humanos, as mutilações sucedem-se hodiernamente.


 


Na França, apesar de participar da Queda da Bastilha, em 1789, proporcionalmente,  mais do que os homens, só teve direito a votar em 1944. A única referência de então é sua origem, no “berço da democracia”,  É a polêmica primeira dama, cantante, que “curte” a vida, à sombra do presidente da república. Com a falsa assertiva de protegê-la, o ser humano masculino conseguiu, com forte anuência do “sistema”,


alijá-la do processo político e, raramente, a “arvore da vida”, vivencia, legisla e  administra o sistema político através da Democracia, haja vista, na Bahia de então, apenas uma pessoa do sexo feminino foi eleita deputada estadual, entre 39 parlamentares, mesmo assim, de carona com o presidente Lula.


 


A eleição de Dilma Roussef, ex-torturada, primeira presidente do Brasil, representa um antídoto, ainda que lento, para o venenoso  quadro secular de sofrimento, tortura e alijamento das mulheres, no Brasil e no Mundo e, como uma luz no fim do túnel, clareia para que outras mulheres, matronas ou não, saiam de seus casulos e não percam o “trem da história”. Depende, só depende, de cada uma…

WhatsApp

Conteúdo 100% exclusivo e em primeira mão, que você só vê no PA4!

VEJA MAIS

COMENTÁRIOS

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WhatsApp

Conteúdo 100% exclusivo e em primeira mão, que você só vê no PA4!

WhatsApp

Conteúdo 100% exclusivo e em primeira mão, que você só vê no PA4!