13 de agosto de 2022

Lídice da Mata aceita ser vice de Walter Pinheiro

A presidente estadual do PSB, deputada federal Lídice da Mata, decidiu ontem, 6, retirar a pré-candidata à prefeitura de Salvador e aceitar a indicação para ser vice na chapa encabeçada pelo deputado federal Walter Pinheiro (PT). A socialista disse ter recebido “carta branca” do partido para que cedesse ao apelo feito anteontem pelo governador Jaques Wagner (PT), para que ela participasse como coadjuvante da disputa e impulsionasse a chapa da chamada frente das esquerdas, formada pelo PT, PCdoB, PV e PSB. Numa reunião na Governadoria, Wagner fez um apelo para que ela fortalecesse a base, numa estratégia para tentar forçar a ida do petista ao segundo turno.


 


O entrave agora – que deve ser dirimido imediatamente pelos partidos – é a dificuldade do PCdoB em recuar e retirar a pré-candidatura da vereadora Olívia Santana da disputa, que foi, inclusive, a primeira a ser apresentada na frente partidária. O diretório municipal comunista decidiu antecipar para hoje o posicionamento da sigla sobre as eleições em Salvador. Os comunistas haviam pedido o prazo até terça-feira, mas, diante das pressões, resolveram voltar atrás e agilizar o processo.


 


Os integrantes do PCdoB vão se reunir às 10h de hoje,7, na Federação dos Bancários, nos Aflitos, para discutir se aceitam ou não abrir mão da pré-candidatura de Olívia Santana e apoiar Pinheiro, que se fortaleceu com o apoio de Lídice da Mata. De acordo com o presidente municipal do partido, Geraldo Galindo, “esta será uma reunião importante, na qual será discutida a posição que vamos adotar diante da situação que está posta”. “Vamos debater todas as hipóteses até o momento apresentadas e, a partir de então, decidirmos os rumos na sucessão da capital”.


 


Veto – Ontem à noite, em entrevista ao apresentador Emmerson José, no Fala Bahia, da rádio Bahia FM, o deputado federal Zezéu Ribeiro (PT) disse que não considerava o nome da deputada Lídice da Mata o mais indicado para ocupar a vice na chapa liderada pelo petista Walter Pinheiro. “Não cabe a ela, uma pessoa que já foi prefeita, a candidatura a vice. Eu respeito a posição dela”, afirmou o deputado, que declarou haver outros nomes mais indicados no PSB, do PCdoB e do PV para compor a chapa.


 


Zezéu disse acreditar na união desses partidos e a construção de uma candidatura comum. “O prefeito João Henrique (PMDB) não se credenciou para esse processo”, disse o parlamentar, justificando a retirada de apoio à administração municipal, depois de três anos e cinco meses de participação do PT na prefeitura. Enquanto isso, a presidente municipal do PT, Vânia Galvão, se dizia otimista e que, até a próxima segunda-feira a chapa seja referendada.

WhatsApp

Conteúdo 100% exclusivo e em primeira mão, que você só vê no PA4!

VEJA MAIS

COMENTÁRIOS

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

WhatsApp

Conteúdo 100% exclusivo e em primeira mão, que você só vê no PA4!

WhatsApp

Conteúdo 100% exclusivo e em primeira mão, que você só vê no PA4!