27 de maio de 2024

20º Batalhão realiza 1º Seminário Segurança Pública e Exclusão Social

Por

 

A dignidade do cidadão é o valor supremo que agrega em torno de si a unanimidade dos demais direitos e garantias fundamentais, e o imperativo de justiça social. Preocupado com o crescente número de ocorrências de violência urbana em Paulo Afonso, cuja origem, na maioria dos casos decorre do uso indiscriminado de drogas, o Vereador Marquinhos do Hospital (DEM), em parceria com o 20º Batalhão de Polícia Militar, lançou no dia 23 de abril deste ano, o “Projeto de prevenção às drogas e à violência”, onde policiais militares devidamente capacitados realizariam palestras educativas em escolas das redes municipal e estadual, conscientizando, alunos, educadores, coordenadores pedagógicos e familiares de alunos sobre os malefícios conseqüentes do vício das drogas, que a cada dia alcança índices absurdos e atinge toda a sociedade.


 


Segundo a pedagoga Tânia Santos – diretora social e de educação do Instituto Brasileiro de Defesa da Cidadania – uma das organizadoras do projeto realizado com sucesso em Fortaleza – CE, em parceria com PM daquela capital, seis meses depois do lançamento em Paulo Afonso, apenas dois colégios solicitaram a realização das palestras: Quitéria Maria de Jesus e Luís Eduardo Magalhães, o que em sua opinião demonstra visível falta de interesse em minimizar um problema cuja responsabilidade não recai somente sobre as autoridades policiais, mas que também precisa ser adotado urgentemente por todos os setores da sociedade. -“Quando o estado falha e a sociedade se omite, o grupo social sente e ressente a violência que recai sobre todos, e as cobranças aparecem sem que as responsabilidades de cada um tenham sido elencadas para um melhor juízo de valor. Assim, a segurança pública sai da obrigatoriedade da Polícia Militar e torna – se responsabilidade de todos os cidadãos, que por ainda não se apossarem de seus direitos, acham – se incapazes de exercer seus deveres enquanto participantes desse processo”, observa Tânia.


 


O “1º Seminário Segurança Pública e Exclusão Social”, iniciativa do 20º Batalhão de Polícia Militar, a se realizar nos dias 03, 04e 05 de novembro, no Auditório Edson Teixeira Barbosa, tem como objetivos principais discutir os aspectos da segurança pública e da exclusão social, como dever do estado e direito da população mais vulnerável, debater os procedimentos legais do acesso à justiça como direito de todos, analisar os aspectos do uso e abuso de drogas ilícitas, buscando uma polícia comunitária a ser construída pó todos, elencar os direitos e deveres de cada um no contexto da segurança pública, estimular através de debates, o papel de cada um no contexto de segurança, estimular projetos universitários para a defesa de adolescentes, divulgar políticas públicas de inclusão social e de cidadania e construir uma política de segurança na perspectiva dos direitos humanos de todos os envolvidos no processo.


 


Para o Tenente Coronel Antônio Santana do Rosário, que nos próximos dias se despede de Paulo Afonso depois de três anos no comando do 20º BPM, a busca por um mundo melhor começa em cada um de nós, e uma sociedade justa e igualitária precisa ser construída e reconstruída diariamente, como dinâmica social em um mundo globalizado. -“Para cada direito corresponde um dever”, frisou o Coronel, ressaltando que “a Polícia Militar entende que a família, a sociedade e o estado devem se integrar para construir uma segurança pública por todos e para todos.


 


Para se obter mais informações sobre o “1º Seminário Sobre Segurança Pública e Exclusão Social”, os telefones são: (75) 3282 – 8034 / 9191 – 4430 / 8847 – 3199.

WhatsApp

Conteúdo 100% exclusivo e em primeira mão, que você só vê no PA4!

VEJA MAIS

COMENTÁRIOS

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WhatsApp

Conteúdo 100% exclusivo e em primeira mão, que você só vê no PA4!

WhatsApp

Conteúdo 100% exclusivo e em primeira mão, que você só vê no PA4!