23 de maio de 2024

Silvano Wanderley: O Dilema da Rotulação

Por

O DILEMA DA ROTULAÇÃO


 


Por Silvano Wanderley


 


Essa semana o palhaço Tiririca foi alvo de manifestações de todo coro pelo Brasil, onde uma “certa turminha da rotulação” divulgou e decidiu tentar execrar esse simples cidadão que quer pelo menos de forma tímida, contribuir para a política brasileira.


 


Não o querem de jeito nenhum, mas se fosse um filho de deputado ou de senador- mesmo da maneira debochada – aí sim, seria bem vindo como a maioria da nova geração de políticos em Brasilia.


 


E essa geração que quer perpetuar no Poder nunca fez de nada de bom pelo povo e pela nação, e isso há provas conceituais nas Assembléias Estaduais, na Câmara Federal e por aí vai.


 


Conheço diversos exemplos de filho de ex governador, ex presidente, de deputado, de senador ou parentes próximos que pegam essa boquinha e no fim não fazem absolutamente nada e por incrível que pareça essa mesma turminha da rotulação, calados ficam, e ainda diz amém a toda besteira que eles fazem.


 


Querem exemplo clássico: O Paulo Maluf – esse é o modelo mais descarado da corrupção brasileira – ninguém faz you tube pra ele, nem protesto, nem fala nada dele, pois, parece que atestam seu passado, MAS, o próprio tem grana às custas do erário público brasileiro e pouco fez pelo Brasil e só.


 


Aqui em Paulo Afonso tem certa turminha que gosta de rotular de forma diferenciada e covarde também, mas isso é outra história, haja vista já sabemos quem são os doentes em estado terminal moral que ficam de plantão nos teclados dos computadores imputando todo tipo de rótulo contra todos e contra tudo, basta elaborar qualquer matéria a cerca de alguém ou de algo, que logo aparece um rotulador dizendo que desde criança o cara é assim ou assado.


 


Incrível seria a criatividade destes em torno de uma problemática, mas que deveriam esses cuidar da vida pessoal, que deverá estar em pedaços e para escapar, mesmo que de forma momentânea, difamam, agem com preconceitos, rotulam as pessoas mesmo que estas tenham um passado digno, inventam rumores, execram da vida social e religiosa, agindo até com uma procuração dos céus, dizendo que o mesmo não irá freqüentar o paraíso divino, pois o mesmo já está condenado e  não terá direitos na eternidade.

WhatsApp

Conteúdo 100% exclusivo e em primeira mão, que você só vê no PA4!

VEJA MAIS

COMENTÁRIOS

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WhatsApp

Conteúdo 100% exclusivo e em primeira mão, que você só vê no PA4!

WhatsApp

Conteúdo 100% exclusivo e em primeira mão, que você só vê no PA4!