20 de maio de 2024

Professores: Paralisação da Rede Municipal de Paulo Afonso

Por

Os professores da rede municipal de ensino vão paralisar as atividades nesta terça-feira (24/08). É a segunda paralisação em menos de 20 dias em Paulo Afonso. A última aconteceu no dia 05 de agosto.


 


Desta vez, a principal reivindicação da categoria é o reajuste salarial. Na última reunião com os representantes da prefeitura, o procurador jurídico do município, Flávio Henrique garantiu que haveria o reajuste, porém, não disse nem quando e nem de quanto seria o aumento.


 


Segundo Esmeralda Patriota, presidente da APLB (Sindicado dos profissionais de educação), não há justificativa para adiar o reajuste, uma vez, que desde o início do ano, houve aumento nos repasses do FUNDEB (Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação).


 


Segundo a APLB, o salário do professor da rede municipal de ensino em Paulo Afonso é bem inferior ao de Chorrochó, que paga aos professores graduados, com 20 horas semanais de trabalho, um salário de R$ 1.239,00, enquanto que os professores graduados de Paulo Afonso com a mesma carga horária recebem R$ 858,00. O sindicato também compara os valores dos repasses do FUNDEB para os dois municípios, enquanto Paulo Afonso, somados os meses de abril, maio e junho de 2010, recebeu R$ 7,6 milhões, o repasse para Chorrochó foi de R$ 1,2 milhão.


 


Com os argumentos, a APLB-Sindicato convoca todos os profissionais da educação da rede municipal de ensino para mais uma PARALISAÇÃO, no dia 24/08/2010 às 8 horas, a concentração será na Sede da APLB.


 

WhatsApp

Conteúdo 100% exclusivo e em primeira mão, que você só vê no PA4!

VEJA MAIS

COMENTÁRIOS

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WhatsApp

Conteúdo 100% exclusivo e em primeira mão, que você só vê no PA4!

WhatsApp

Conteúdo 100% exclusivo e em primeira mão, que você só vê no PA4!