27 de maio de 2024

O inexplicável caos no trânsito de Paulo Afonso, por Henrique Brandão

Por

Caro Ozildo, prezados leitores…


 


…Li aqui um texto sobre o consumo de combustível elevado em Paulo Afonso, onde o autor aponta o elevado número de quebra-molas como responsável pelo fato exposto.


 


Venho aqui para partir em defesa dos quebra-molas (????). Pois é caros leitores, em defesa sim, pois, em nossa cidade a única segurança do pedestre não é a faixa, mas sim os injustiçados quebra-molas. Grande parte (eu disse grande parte, não todos) dos motoristas pauloafonsinos são mal educados e grosseiros, não respeitam a faixa, nem o pedestre, nem os outros motoristas e, consequentemente, a vida, a vida sim, pois quem conduz um objeto que pesa em média, 1.200 kg, deve pelo menos supor o estrago que o mesmo é capaz de causar.


 


Voltando à questão em foco,  eu, de fato, pessoalmente não gosto de quebra-molas, coaduno com a idéia do companheiro que escreveu o comentário supra-citado, quando acusa o quebra-molas de ser culpado pelo alto consumo de combustível nos veículos, mas, ressalto a importância e valor “social” dos “maledetos” vilões da história.


 


Hoje, em nossa bela cidade, os únicos cidadãos que conseguem dormir sossegados são aqueles que possuem uns, digamos, 6 (seis) quebra-molas à porta de casa (???). Explico…existe um sem número de MOLEQUES que tentam se auto-afirmar através da condução de motocicletas em alta velocidade pelas ruas da cidade, onde, em GANGUES empinam as referidas motocicletas quebrando o silêncio da noite, manhã, tarde, madrugada (sim, pois não tem horário), nos impedindo até mesmo de assistir uma simples e inofensiva (?) televisão e pondo em risco a vida dos transeuntes pedestres e a integridade dos outros automóveis.


 


Nós, motoristas conscientes, estamos à beira de um colapso nervoso com a falta de respeito generalizada no trânsito de Paulo Afonso, com a intolerância, com o desrespeito às leis de trânsito vigentes, até mesmo com o desconhecimento das leis, e, imploramos por uma solução IMEDIATA para a fiscalização do trânsito em nossa ainda pacata cidade.


 


Infelizmente, apenas medidas punitivas resolverão a gravidade da complexidade do problema do trânsito em nossa cidade…lembro-me de uma frase, que vi, não sei aonde, nem quando…


 


“A dor é a alavanca do espírito, infelizmente o ser humano (des)aprendeu a crescer pelo amor…”


 


E a dor, nesse caso, vai ser no bolso, através das multas…


 


Enquanto não se resolver a questão do trânsito, peço, por favor, que implantem mais quebra-molas…

WhatsApp

Conteúdo 100% exclusivo e em primeira mão, que você só vê no PA4!

VEJA MAIS

COMENTÁRIOS

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WhatsApp

Conteúdo 100% exclusivo e em primeira mão, que você só vê no PA4!

WhatsApp

Conteúdo 100% exclusivo e em primeira mão, que você só vê no PA4!