15 de abril de 2024

Moto Energia – Por José Luiz Sobrinho

Por




OZILDOALVES.COM.BR – CONTATO


Mensagem enviada através do site em 1/5/2010 – 12h9m


=============================================================


 


Nome: José Luiz Sobrinho


E-mail: jlsobrinho@gmail.com


 


Mensagem: Prezado amigo Vereador e Locutor Ozildo Alves;


 


Gostaria que ficasse registrado neste espaço, meu sentimento de indignação e revolta a respeito de alguns detalhes sobre o evento MOTO ENERGIA que sempre acontecem em Paulo Afonso. Antes de ser mal interpretado, gostaria de deixar claro que não sou contra a realização do evento e muito menos, contra motoqueiros, sendo que também possuo motocicleta.


 


O fato é que, as autoridades locais lavam as mãos todos os anos, durante o encontro de motociclistas, o MOTO ENERGIA. As policias fecham os olhos pra tudo, sempre com a desculpa que a cidade está cheia de visitantes (motoqueiros) e relevam coisas absurdas praticadas por “alguns” participantes desse grande encontro.


 


Neste período festivo que acontece todos os anos em nossa cidade, as ruas são tomadas por milhares de motos gigantescas e muito barulhentas. Os próprios cidadãos pauloafonsinos, ficam quase sem poder transitar normalmente pelas ruas com seus veículos, em meio a inúmeros irresponsáveis oriundos dos quatro cantos do país (como se não bastasse os que já residem em Paulo Afonso), arriscando-se em meio as manobras acrobáticas realizadas por eles em plena Avenida Getúlio Vargas e ruas adjacentes. As polícias “liberam” os motoqueiros visitantes para andarem sem capacete, transitar sobre as calçadas e fecham os olhos para as manobras radicais, que publicamente são realizadas na frente das viaturas das polícias militar e civil.


 


Irresponsabilidade e prevaricação, são as palavras usadas para definir as ações das policias da cidade de Paulo Afonso-BA. É totalmente inadmissível que um evento público, seja ele organizado pela prefeitura ou particular, traga insegurança e insatisfação quase que geral para população local. A nossa cidade já vive um clima assustador de insegurança pública e ainda por cima, ocorre um encontro de motociclistas, onde alguns são nitidamente arruaceiros, misturados com os delinqüentes locais, que também se aproveitam do evento para praticarem inúmeras infrações de trânsito,pondo em risco,as vidas de inocentes que nada tem haver com isso.


 


A situação propiciada por esse encontro de motoqueiros, dar a entender que a polícia é incapaz de manter a ordem em um evento desse porte ou a própria justiça abre grandes exceções para realização dessa festa. Nunca se ouviu falar em todos esses anos de MOTO ENERGIA, que algum motoqueiro tenha sido notificado ou preso pela polícia por prática de infrações de trânsito, mas pasmem, isso não quer dizer que as infrações não ocorram. O fato é que as polícias nada fazem e com isso, quem sofre são os moradores da cidade. O lugar fica entregue as baratas todos os anos, durante a realização desses encontros de motociclistas. Eles trafegam inúmeras vezes pelas ruas (longe do circuito) em plena madrugada com seus motores potentes e seus canos de escape barulhentos, acordando recém-nascidos, idosos e doentes e as autoridades não fazem nada. Nem os hospitais escapam da baderna! Quando a gente liga para o 190 para denunciar e pedir providências, a telefonista diz para ter paciência que a festa só dura 3 dias. Considero um descaso total e uma grande falta de respeito da Polícia Militar de Paulo Afonso para com as nossas famílias. Em plena era da globalização, onde se fala em direitos humanos, respeito e justiça, nós somos desacatados, desrespeitados e negligenciados dentro da nossa própria cidade, tudo para não desagradar alguns motoqueiros baderneiros que chegam à nossa cidade para participar desse evento que diga-se de passagem,  é tido como muito desagradável por milhares de cidadãos.


 


Que o evento seja realizado, tudo bem, mas que sejam mantidas as leis e que os infratores sejam legalmente punidos. Essa coisa de virar cidade sem lei durante três dias, NÃO EXISTE. Ozildo Alves, estou encaminhando cópia deste meu documento de insatisfação, para as autoridades locais e para outras esferas superiores, em Salvador e Brasília. É impossível que a coisa continue assim no ano que vem. Respeito profundamente a todos, mas reclamo ser respeitado de igual forma. Termino agora meu texto, pedindo aos grandes mestres realizadores desse evento, que ao planejarem uma grande festa, pensem mais no bem estar do cidadão pauloafonsino e peço também as polícias de nossa cidade, que fiscalizem e façam cumprir as leis, seja quem for, como for e aonde for. Não importa se é páscoa ou MOTO ENERGIA.


 


Atenciosamente.


 


José Luiz Sobrinho, Rua da Amizade, Acampamento CHESF – Paulo Afonso-BA.


 

WhatsApp

Conteúdo 100% exclusivo e em primeira mão, que você só vê no PA4!

VEJA MAIS

COMENTÁRIOS

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WhatsApp

Conteúdo 100% exclusivo e em primeira mão, que você só vê no PA4!

WhatsApp

Conteúdo 100% exclusivo e em primeira mão, que você só vê no PA4!