19 de abril de 2024

Sessão da Câmara: da Tribuna, vereadores lamentam morte do GM Lutemberg

Por

Na sessão de ontem (29), na Câmara Municipal de Paulo Afonso, os vereadores lamentaram a morte do Guarda Municipal Lutemberg Oliveira, ocorrida nesta quarta-feira (28). No último sábado (25), o servidor municipal juntamente com mais quatro companheiros de farda foram vítimas de um capotamento com uma das viaturas da Guarda Municipal de Paulo Afonso.


 


O primeiro a se manifestar foi Ozildo Alves (PTN) “Perdemos um grande cidadão, um exemplo de profissional, é bem verdade que temos que aguardar o resultado da perícia técnica que apontará a causa do acidente, mas, independente disso, existem muitas falhas em toda estrutura da Guarda Municipal e dos Agentes de Trânsito de Paulo Afonso, e o que é pior, o Governo Municipal ignora isso, é um descaso o que vem acontecendo com esses profissionais”. Ozildo relembrou que em outubro do ano passado foi a público uma Carta de Insatisfação dos GM’s e AT’s relatando todos os problemas enfrentados por eles. “Seis meses depois, nenhuma medida foi tomada, um Guarda Municipal morreu e os Estatutos das duas corporações continuam engavetados na Procuradoria Geral do Município”.


 


O vereador Aroldo do Hospital (PTB) também se irritou com a forma que esses servidores vêm sendo tratados pelo poder público municipal: “Senhoras e senhoras, daqui a pouco, no Moto Energia, a prefeitura estará anunciando a programação do São João de Paulo Afonso, mais uma vez, milhões de reais serão gastos com festas, enquanto isso, um Guarda Municipal morre por causa de quatro pneus”.


 


Outro discurso duro sobre o principal assunto da sessão foi o do vereador Celso Brito (PSB): “É uma vergonha essa prefeitura, só leva o tempo em promover festas e mais festas que só incentivam os jovens desta cidade a se prostituírem e a se drogarem e por outro lado não resolvem os problemas dos Guardas Municipais e dos Agentes de Trânsito de Paulo Afonso. Hoje no sepultamento do rapaz, não foi fácil ver os colegas com lágrimas no rosto”. Celso reproduziu na Tribuna uma frase de um educadora que também acompanhou o sepultamento do GM “Que essa mensagem que vou relatar agora, que o senhor prefeito possa abrir os seus ouvidos que nunca escutam o clamor da comunidade, hoje lá no cemitério pude também ouvir da coordenadora pedagógica do Curso de Formação da Guarda Municipal a seguinte frase: [Doutor, nós não preparamos os nossos meninos para serem enterrados]”.


 


A sessão de ontem contou com a presença dos alunos do 1º período do Curso de Direito da Fasete (Faculdade Sete de Setembro), do Pastor James e Ancião Gibson da Igreja Adventista do Sétimo Dia, que viram, a pedido do vereador Ozildo Alves, serem dispensadas as formalidades para votação e aprovação do Projeto de Lei que autorizou a doação do terreno para funcionamento do templo sede da Igreja Adventista, localizado na Rua São Francisco, 1128, Centro. A instituição está funcionando neste local há 35 anos, completados nesse mês de abril.

WhatsApp

Conteúdo 100% exclusivo e em primeira mão, que você só vê no PA4!

VEJA MAIS

COMENTÁRIOS

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WhatsApp

Conteúdo 100% exclusivo e em primeira mão, que você só vê no PA4!

WhatsApp

Conteúdo 100% exclusivo e em primeira mão, que você só vê no PA4!