21 de abril de 2024

??? Mistério no caso do suposto roubo de gado na fazenda do presidente da AL em Jeremoabo

Por

Através de uma nova nota enviada para a redação do site, o delegado do município de Jeremoabo – BA, Cícero Gomes, informou que as 50 cabeças de gado supostamente furtadas da fazenda do deputado Marcelo Nilo, presidente da Assembléia Legislativa do Estado da Bahia estavam na própria fazenda da “vítima”. O delegado não soube dizer que se o que houve, foi um desencontro de informações ou uma ação criminosa.


 


Veja o e-mail do Delegado de Jeremoabo:


 


OZILDOALVES.COM.BR – CONTATO


Mensagem enviada através do site em 22/4/2010 – 8h28m


=============================================================


 


Nome: CICERO GOMES – Delegado de JEREMOABO


E-mail: dpcgomes@bol.com.br


 


Mensagem: Complementando as informações anteriores, acabamos de localizar as 50 cabeças de gado que tinham sido “furtadas” do Senhor Deputado Presidente da AL. DETALHE: nas próprias terras do mesmo. Não se sabendo até o momento se foi um


desencontro de informações ou uma ação criminosa. Apurou este delegado, de forma não conclusiva, cabendo do Dr. ALTINO conclusão definitiva, que houve uma precipitação nas informações prestadas aos meios de comunicação, por parte da vítima ou de seus prepostos e uma inércia em desfazer ou esclarecer as informações postas.



 


Ontem (21), Cícero havia enviado um outro e-mail informando que só soube do caso pela imprensa e que por esse motivo, as investigações foram prejudicadas.


 


Veja o e-mail:


 


OZILDOALVES.COM.BR – CONTATO


Mensagem enviada através do site em 21/4/2010 – 19h39m


=============================================================


 


Nome: CICERO GOMES – Delegado de JEREMOABO


E-mail: dpcgomes@bol.com.br


 


Mensagem: GOVERNO DO ESTADO DA BAHIA


SECRETARIA DE SEGURANÇA PÚBLICA


POLÍCIA CIVIL DA BAHIA DEPARTAMENTO DE POLÍCIA DO INTERIOR 18ª COORDENADORIA REGIONAL DE POLÍCIA DELEGACIA CIRCUNSCRICIONAL DE POLÍCIA DE JEREMOABO – BAHIA.


 


SOLICITAÇÃO DE DIVULGAÇÃO DE INFORMAÇÃO


 


Ínclito Comunicador OZILDO ALVES, a respeito da notícia veiculada nos meios de comunicação, sob o comando de Vossa Excelência, Sobre possível prática de Roubo de Gado na Fazenda do Exm°. Senhor Deputado Presidente da AL, gostaríamos de esclarecer o seguinte:


 


Dos Fatos:


 


Na Segunda – Feira, dia 12/04/2010, o vaqueiro do Deputado, Presidente da AL, deixou pastando em um terreno de propriedade do mesmo, localizado a quilômetros de distância da Fazenda e da sua Sede, sem nenhuma vigilância, localizado no município


de SÍTIO DO QUINTO e não em JEREMOABO, como noticiado, 210 cabeças de gados, de raças diversas, sem nenhuma vigilância, conforme já frisado, e foi embora cuidar de outras tarefas, em outra localidade, só retornando na sexta-feira, dia 16/04/10, quando deu por falta 50 cabeças de gados.


 


A autoridade policial do município de JEREMOABO, só viera a tomar conhecimento desses fatos, na terça-feira, dia 20/04/2010, através dos meios de comunicação, uma vez que, estranhamente, a vítima ou qualquer preposto desta, não comunicou o fato a nenhuma delegacia, seja JEREMOABO ou SÍTIO DO QUINTO, ou quaisquer outros órgãos de segurança pública, civil ou militar. Atitude esta que prejudicaram sobremaneira as investigações.


 


Apesar da ação criminosa em tese, não ter ocorrido no nosso município, esta autoridade policial ao tomar conhecimento, via Programa do VARELA, se deslocou até aludida propriedade e realizou as primeiras diligências e levantamentos, entrevistando moradores da região e do local do delito; formalizando depoimentos de prepostos da vítima e registrando a ocorrência.


 


De acordo com os primeiros levantamentos no local e na região, não podemos afirmar, “a priori”, se realmente os gados foram furtados ou se houve negligência na sua vigilância e os mesmos fugiram do terreno onde se encontravam pastando; muito menos


falasse em data e/ou horário em que o fato ocorrera. Entretanto, podemos afirmar, com base na análise do local, que não há a mínima possibilidade de embarcação de gados no local onde os mesmos se encontraram, estes teriam que caminharem quilômetros de distância tangidos por vaqueiros experientes até um embarcadouro distante da região.


 


Esclarecendo, que esses fatos serão alvos de investigação aprofundada pela autoridade policial do município de SITIO DO QUINTO, a quem caberá dar prosseguimento e conclusão as investigações.


 


Na certeza da costumeira atenção, desde lhe somos gratos.


 


CICERO GOMES


Delegado de Polícia


WhatsApp

Conteúdo 100% exclusivo e em primeira mão, que você só vê no PA4!

VEJA MAIS

COMENTÁRIOS

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WhatsApp

Conteúdo 100% exclusivo e em primeira mão, que você só vê no PA4!

WhatsApp

Conteúdo 100% exclusivo e em primeira mão, que você só vê no PA4!