21 de abril de 2024

Educadora na bronca com o Governo do Estado

Por

OZILDOALVES.COM.BR – CONTATO


Mensagem enviada através do site em 9/4/2010 – 22h26m


=============================================================


 


Nome: Flavia Maria


E-mail: tibas_86@hotmail.com


 


Mensagem: Boa tarde Ozildo Alves. Utilizo-me desse meio democrático para tornar público, se já não o é, mais um desmando do governador do estado da Bahia, Jaques Wagner. Sou servidor público efetivo da educação, desde o ano de 2007. Nós professores temos como direito, a possibilidade de progressão na carreira, a partir de enquadramento de 20 para 40 horas ou seja Mudança da Carga Horária que é um direito que todo servidor tem.


 


As vagas pela qual trabalhamos ou seja damos as nossas


aulas são vagas reais. Para que isso seja possível, um dos requisitos básicos é que o professor tenha assumido horas extras dentro da mesma instituição de ensino ou até em outra na circunscrição da mesma DIREC. Pois é, aí é que reside o problema.


 


O governador, em mais um de seus atos inconstucionais e autoritários vetou o enquadramento de todos e qualquer Professor concursado da casa que estivesse submetido ao regime de horas extras, impedindo que o professor ascendesse em sua carreira muito pouco valorizada, inclusive pelo chefe do executivo.


 


Exatamente hoje, dia 08/04/2010, soube pelos servidores mal educados da Secretaria de Educação do estado (eles atendem muito mal qualquer pessoa que tente algum contato com eles,


principalmente se for do interior) e pela DIREC 10 que determinou que todos os professores investidos em horas extras saíssem imediatamente de sala de aula e cedessem suas vagas a estagiários.


 


É isso mesmo. ESTAGIÁRIOS. Sabe-se lá que grau de instrução


terão esses futuros professores. Ou se terão algum, pois acho que essa medida desse governador é meramente política, pois outubro está às nossas vistas e ele precisa de alguma forma se garantir por mais quatro anos no poder, pisando em todos que o seu caminho cruzarem.


 


O mais humilhante são esses professores que prestam serviços sob o regime de horas extras não as recebe mensalmente e nem em


valor integral correspondente ao seu salário muito inferior ao provento a que tem direito um professor de carreira do estado da Bahia. Vale ainda ressaltar que assumi essas horas extras em  2009. Diante disso, gostaria que você levasse essa denúncia ao seu programa no rádio para que toda a população conheça em detalhes o governador que cuida dos interesses e da Educação do povo baiano.

WhatsApp

Conteúdo 100% exclusivo e em primeira mão, que você só vê no PA4!

VEJA MAIS

COMENTÁRIOS

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WhatsApp

Conteúdo 100% exclusivo e em primeira mão, que você só vê no PA4!

WhatsApp

Conteúdo 100% exclusivo e em primeira mão, que você só vê no PA4!