13 de agosto de 2022

Policiais civis paralisam atividades em Paulo Afonso

Os policiais civis da Bahia, incluindo os de Paulo Afonso, oficializaram a greve da categoria na manhã desta sexta-feira, 28, na sede da Associação dos Funcionários Públicos da Bahia, localizada na Rua Carlos Gomes, Centro. Somente 30% da categoria continua trabalhando. Deste total, a maioria é composta por delegados.


 


Com a greve, os serviços que serão interrompidos são exames técnicos, laudos, perícias, rondas preventivas, cumprimentos de mandados judiciais e ocorrências de crimes contra o patrimônio. Os registros de flagrantes em casos de crime contra a vida (homicídios e tentativas de homicídio), custódia de carceragem de presos, levantamentos cadavéricos necropsias serão mantidos.


 


Os policiais civis protestam contra o reajuste salarial oferecido pelo governo. Para eles,  o reajuste de percentual deve ser igualitário a todos os policiais e não diferenciado como o dos delegados O Governo da Bahia informou que reajustou o pagamento dos agentes, escrivães, peritos técnicos e criminais em 4,46%. O sindicato nega. Segundo o diretor do Sindicato dos Policiais Civis (Sindpoc), Crispiniano Daltro, o reajuste foi de 1,15% pelos seus cálculos. O aumento, conforme o sindicalista, deveria ser de 37%, como foi concedido aos delegados.


 


No interior do estado, os policiais das cidades de Ilhéus, Itabuna e Paulo Afonso aderiram a greve. Os agentes, escreivães e servidores representam 80% dos 200 servidores. Uma assembléia que será realizada em Salvador para definir quais são os setores que devem funcionar durante a paralisação.


 


No extremo sul do estado, a siturção é diferente. As delegacias dos municípios de Eunápolis, Porto Seguro, Belmonte, Guaratinga, Santa Cruz Cabrália, Itabela, Itapebi e Itagimirim continuam funcionando normalmente. Em outros municípios da região sul, como Teixeira de Freitas e Itamaraju o atendimento é normal até o momento. Em Barreiras, no oeste da Bahia, os policiais se reuniram na manhã desta sexta e decidiram apoiar a greve, caso ela aconteça em todo o estado.


 


Colaborou Helga Cirino, do A TARDE

WhatsApp

Conteúdo 100% exclusivo e em primeira mão, que você só vê no PA4!

VEJA MAIS

COMENTÁRIOS

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

WhatsApp

Conteúdo 100% exclusivo e em primeira mão, que você só vê no PA4!

WhatsApp

Conteúdo 100% exclusivo e em primeira mão, que você só vê no PA4!