14 de abril de 2024

Pauloafonsinos criticam corte de árvores às margens do Canal da PA-4 (Fotos)

Por

"Por que? Quem? Para quê?". Esses questionamentos foram postados na página do facebook da excelente fotógrafa Driele Mutti juntos com algumas imagens das encostas do paredão do Canal da PA-4 às margens do Rio São Francisco. O local que até duas semanas atrás estava completamente arborizado, hoje encontra-se sem vida, sem verde, desmatado. As imagens logo foram compartilhadas por dezenas de seguidores revoltados.

Diante da grande repercussão de sua postagem, a fotógrafa começou uma campanha para o replantio de árvores no local: "Diga não ao desmatamento. Vamos replantar, juntos podemos mudar! Compartilhe", escreveu.

Como a área é de responsabilidade da CHESF (Companhia Hidroelétrica do São Francisco), vários pauloafonsinos utilizaram as redes sociais para criticar a empresa que mesmo com toda repercussão negativa do fato ainda não emitiu nenhuma nota oficial sobre o que a levou a tomar essa atitude.

Enquanto a Chesf não se posiciona, internautas dão suas opiniões, algumas mais severas, outras aparentemente técnicas e há também os que apenas lamentam o que classificam de crime ambiental. Veja algumas:

“A CHESF tocou o TERROR na encosta de nosso Dique esses últimos dias. Trata-se de uma desarborização, ainda sem uma explicação clara e/ou oficial. ARRANCARAM SEM DÓ NEM PIEDADE, praticamente, TODAS as árvores à beira-rio (até o "Bico de Pedra"!!!), deixando um cenário feio, esquisito, incompleto. As especulações são grandes entre os populares: limpeza da área para futuras obras de uma "orla" ou deixar o lago mais visível pra passagem da tocha olímpica ( passagem que me dá sono ) ou até inibir o local pra uso "indevido" ( ÔPA, comecei a ouvir um som de reggae aqui ! hahahaaa ). ENFIM, o mau é que, agora, um dos poucos locais mais agradáveis e acessíveis pra lazer, está aberto, não somente ao público, mas, ao SOL escaldante que é de matar!”.

“ Enquanto a CODEVASF trabalha com os ribeirinhos para repor a mata ciliar, a Chesf mais uma vez se põe na condição de proprietára do canal jusante da PA-4. Uma afronta as nossas leis ambientais, que esclarece que até mesmo os cursos d’água criado de desvios de rios tem finalidades públicas e obedecem o regramento dos leitos naturais. Problema do Brasil não é lei, é a impunidade!”

“Além disso, já tem quase 20 anos que os prefeitos tentam sem sucesso que a Chesf doe os terrenos na margem do canal para ser urbanizado com uma proposta arquitetônica para uma orla. Mas foi intensamente negado. O que sabemos é que a Chesf vai reerguer os muros em toda extensão do canal de "sua propriedade".

“A CHESF adotou um novo selo de conformidade com as leis ambientais. Padrão SAMARCO de qualidade ambiental”

“Amigos, vou comentar oq eu fiquei sabendo, essa limpeza nas margens do rio foi justamente para ninguém tomar banho, a chesf como responsável pelo cuidado q tá fazendo a limpeza e policiando as margens, por sinal até com seguranças, mas tudo isso tem o pq, como a chesf q tem q fiscalizar, as famílias de pessoas q morrem afogados estão entrando com ações contra a companhia, pelo q fiquei sabendo esse foi o motivo. Deixando claro, não acho correto tal serviço”.

Veja mais fotos extraídas da página do facebook da fotógrafa Driele Mutti:

 

 

 

WhatsApp

Conteúdo 100% exclusivo e em primeira mão, que você só vê no PA4!

VEJA MAIS

COMENTÁRIOS

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WhatsApp

Conteúdo 100% exclusivo e em primeira mão, que você só vê no PA4!

WhatsApp

Conteúdo 100% exclusivo e em primeira mão, que você só vê no PA4!