13 de junho de 2024

Glória foi anfitriã do Plano de Ação Socioambiental

Por

O município de Glória foi anfitrião para um grupo de funcionários e aposentados da Companhia Hidrelétrica do São Francisco – CHESF, responsáveis pelo Projeto PAS – Plano de Ação Socioambiental, que trabalha com um processo de gestão participativo, contínuo e permanente. A ação estratégica, contínua, permanente e integrada, tem como objetivo realizar projetos ambientais dentro das comunidades.

O evento teve início com um café da manhã para todos os presentes e logo depois a prefeita de Glória, Ena Vilma Negromonte, abriu a rodada na mostra dos trabalhos que foram desenvolvidos pela sociedade gloriense em parceria com a CHESF.

“Primeiro a gente administra buscando a infraestrutura, mas agora estamos na fase dos desenvolvimentos e do crescimento na educação. Nós sofremos um desastre socioambiental com o reacentamento e a CHESF maltratou muito nosso município, mas estou muito feliz porque sei que nunca é tarde para tentar reparar o erro com essa atitude, também fui funcionária dessa empresa e tenho amor por ela”.

Durante toda a manhã foram feitas exposições de projetos realizados pelos jovens das comunidades, assim como apresentações musicais. O secretário de governo, Nivaldo Lopes, fez o fechamento do evento falando da importância do projeto para o desempenho que a atual gestão já vem tendo nas localidades onde o PAS atuou.

“Comungo de toda essa emoção em comemorar o sucesso das ações desenvolvidas e aqui apresentadas. A CHESF sabe que deve reparar alguns prejuízos e precisa de uma licença ambiental. Para tanto, tem que tomar atitudes como essa, sendo parceira de uma grande empresa com nohal, como é o caso da pertencente a professora Dr. Maria José. O governo municipal, através da nossa secretaria de educação colocou imediatamente o Programa PAS dentro das escolas e depois foi ao encontro das comunidades. Temos um povo crítico e consciente, de modo, que o PAS deve ter tido facilidade na hora de captar os participantes”.

A coordenadora do Instituto de Ecologia Humana, a professora Dr. Maria José de Araújo Lima, falou da emoção em realizar o PAS nas comunidades.

“A visibilidade não trouxe para nós edifícios e praças, mas trouxe o grande patrimônio da humanidade que é a complexidade da transformação, da conscientizarão de maneira dinâmica na sociedade e o PAS é o caminhar em busca da cidadania”.

Ao todo, cinco cidades foram contempladas com a implantação do PAS: Glória e Paulo Afonso, na Bahia; Jatobá, em Pernambuco; e Pariconha e Delmiro Gouveia, em Alagoas.

WhatsApp

Conteúdo 100% exclusivo e em primeira mão, que você só vê no PA4!

VEJA MAIS

COMENTÁRIOS

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WhatsApp

Conteúdo 100% exclusivo e em primeira mão, que você só vê no PA4!

WhatsApp

Conteúdo 100% exclusivo e em primeira mão, que você só vê no PA4!