15 de agosto de 2022

Projovem Urbano oferece 800 vagas em Paulo Afonso

O Projovem Urbano está com matrículas abertas até o mês de março em todo o Brasil. São mais de 250 mil vagas oferecidas em 22 estados e 82 municípios. Com duração de 18 meses, o Programa é uma parceria do governo federal com os governos estaduais e municipais e destina-se a jovens de 18 a 29 anos, que sabem ler e escrever e não concluíram o ensino fundamental. No estado da Bahia, estão sendo oferecidas 22,3 mil vagas em 63 cidades, incluindo a capital, Salvador. Para se matricular, basta que o jovem apresente a carteira de identidade ou a certidão de nascimento.


O Projovem Urbano é coordenado pela Secretaria Nacional de Juventude, vinculada à Secretaria-Geral da Presidência da República, e sua execução fica a cargo do governo estadual ou da prefeitura municipal. Nas cidades com até 200 mil habitantes a parceria do governo federal é feita diretamente com as prefeituras. Já naquelas com população inferior a 200 mil habitantes, essa parceria é realizada com o governo do estado.


Esta é a segunda etapa nacional de matrículas do Programa, que de julho a agosto de 2008 matriculou mais de 86 mil jovens em 24 municípios brasileiros mais o estado de Goiás. O Projovem Urbano combina a formação do ensino fundamental com iniciação profissional e práticas de cidadania, além da inclusão digital. O aluno também recebe um auxílio mensal de R$ 100,00 que será pago mediante a entrega dos trabalhos escolares e freqüência de 75% às aulas.


O Programa é uma das quatro modalidades do Projovem Integrado, que foi lançado em 2007 com a unificação dos programas Agentes Jovem, Saberes da Terra, ProJovem,Consórcio da Juventude, Juventude Cidadã e Escola de Fabrica.


As outras três modalidades do ProJovem Integrado são o ProJovem Adolescente (Ministério do Desenvolvimento e Combate à Fome), ProJovem Campo (Ministério da Educação) e ProJovem Trabalhador (Ministério do Trabalho e Emprego). Com a integração, o governo federal pretende atender cerca de 3,5 milhões de jovens até 2010.


Para saber mais sobre as vagas para o Projovem Urbano, a exemplo dos locais de matrícula, ligue no 0800 722 7777, que funciona de segunda a sexta-feira, das 7h às 23h, além de sábados, domingos e feriados, das 8h às 20h.


 


Veja as cidades com matrículas abertas e respectivas vagas


 


Vagas oferecidas pelas prefeituras


 












1


Salvador


2400


2


Itabuna


700


 


Vagas oferecidas pelo governo do estado


 








1


Amargosa

O gestor público é o responsável direto pela administração pública, e, por via de conseqüência, pelo controle dos gastos públicos. O controle dos gastos públicos é imprescindível para se fazer uma gestão de qualidade e com responsabilidade. Por isso, nesse primeiro contato com a herança desastrosa e irresponsável deixada pelo antigo gestor, impõe-se, ao atual prefeito, a implementação urgente de uma meta: reorganizar as finanças públicas.


O atual gestor encontrou uma Prefeitura Municipal com sérios problemas de ordem econômico-financeiros. Contratos com valores exorbitantes foram detectados, que levaram o atual prefeito a reincidi-los. Havia uma empresa de informática (A freire) que dava suporte a prefeitura, com exceção da Secretaria da Saúde que tinha seu próprio sistema, com o valor de contrato R$ 120 mil reais por mês. Hoje, a MB, empresa contratada pela atual gestão dá suporte a toda prefeitura inclusive a Secretaria de Saúde com o valor de contrato de R$ 25 mil reais mensal. Vejam que disparidades de preços nestes contratos. Outro caso foi a existência de duas empresas que faziam os serviços de limpeza: a LIMPEL e a CLIMEX, uma servia os carros compactadores e a outra empregava os garis para coletar o lixo. Só a LIMPEL lucrou no ano passado a quantia de R$ 10 milhões de reais, com cerca de R$ 900 mil por mês. Vejam por onde estavam escorrendo o nosso dinheiro. O pior é que todo esse dinheiro estava sendo levado para fora do nosso município. Isso é uma vergonha! Por isso, não sobrou dinheiro para pagar aos fornecedores do nosso município, pois o dinheiro público estava sendo lavado com as empresas de fora.


Com uma dívida total que chega a cifra de mais de R$ 20 milhões de reais, o atual prefeito tem enfrentado problemas com os fornecedores deixados pelo antigo prefeito. O problema é que antigo gestor só deixou em torno de R$ 500 mil reais (verbas previstas no orçamento deste ano), para serem quitadas com os fornecedores. Entretanto, a dívida é infinitamente maior do que a verba correspondente. Agora, o pagamento do resto das dívidas, que ultrapassam os valores previstos em orçamento ou os que não dizem respeito às dividas conveniadas, ficam no poder discricionário do atual prefeito, para vê se vai pagar ou não as dívidas correspondentes. A LRF (Lei de Responsabilidade Fiscal) n.° 101/2000, em seu art. 42 dispõe que é vedado ao titular do poder pagar no exercício seguinte sem que haja suficiente disponibilidade de caixa para este efeito. Pelo que se vê na lei de responsabilidade fiscal o prefeito deverá analisar a viabilidade ou não para solucionar o problema com os fornecedores.


Outra situação é o inchaço dos bens públicos móveis deixados pelo antigo gestor. Como especialista na área administrativa, entendo que leiloar esses bens públicos, principalmente, os que já se encontram sucateados será a melhor saída para facilitar o gerenciamento da máquina pública. Hoje, impõe-se como novo modelo administrativo, o gerencial, sendo um de seus objetivos a diminuição de seu patrimônio.


Por fim, ante a exposição panorâmica da atual administração, esperamos que o prefeito tenha o controle das finanças públicas, de modo a qualificar os gastos públicos, sob o auspício dos princípios da eficiência e eficácia, a fim de que vejamos uma gestão responsável conforme determina a Lei de Responsabilidade Fiscal.


 


Jean Roubert Félix Netto


Pós-graduado em Direito Público

�����±��ØeŠ/01/27������1������¸WŠ���DHŠ}‰����hq‰
‰����a6��1������1���ðeŠ����������������`HŠ����������������}‰°ÿÀ��������)������HJŠrole dos Gastos Públicos����1���)���P‘‰�����������������������IŠðv ���)���1���x׈����������������������������±���)�������(IŠ��������������1���9������1���øHŠ���ÀWŠ���������IŠhIŠ1������ IŠ����ŒIŠXIŠØIŠ(IŠ��������±���)���¬IŠàeŠ�IŠ����������������hIŠÀIŠ1������A���±����������ìIŠ˜HŠpWŠ������������novo_nome_zip����������1���A���8WŠ?���#���#���xJŠxJŠ@WŠ¸UŠðv ��)���1���øuŠrole dos Gastos Públicos�ZŠ1���)���fŠ����„JŠhHŠ¨JŠ������������àJŠ0JŠ1���1���pJŠ����´JŠ€HŠðJŠxJŠ�����������������1���xHŠ����������1������ JŠ����üJŠØJŠHKŠ¨JŠ��������°JŠ������1���ÐJŠ����������������¨q‰0KŠ1������èJŠ����TKŠ KŠ KŠðJŠ��������KŠ������1���KŠ����������������0KŠˆKŠ1������@KŠ����¬KŠxKŠøKŠHKŠ��������`KŠ������1���pKŠ����������������ˆKŠàKŠ1������˜KŠ����LŠÐKŠPLŠ KŠ��������¸KŠ������1���ÈKŠ����������������àKŠ8LŠ1������ðKŠ����\LŠ(LŠ¨LŠøKŠ��������LŠ������1��� LŠ����������������8LŠLŠ1������HLŠ����´LŠ€LŠ�MŠPLŠ��������hLŠ������1���xLŠ����������������LŠèLŠ1������ LŠ���� MŠØLŠ MŠ¨LŠ��������ÀLŠ���I���1�������pXŠÈXŠ YŠxYŠÐYŠ(ZŠ€ZŠØZŠ0[Šˆ[Šà[Š8\Š\Šè\Š@]Š���I���ÐLŠ����������������èLŠˆMŠ1������øLŠ����¬MŠxMŠøMŠ�MŠ��������A PÚBLIC���1���pMŠ����������������ˆMŠàMŠ1������˜MŠ����NŠÐMŠPNŠ MŠ��������pMŠNŠ���1���ÈMŠ����������������àMŠ8NŠ1������ðMŠ����\NŠ(NŠ¨NŠøMŠ��������NŠhNŠ���1��� NŠ����������������8NŠNŠ1������HNŠ����´NŠ€NŠ�OŠPNŠ��������hNŠÀNŠ���1���xNŠ����������������NŠèNŠ1������ NŠ���� OŠØNŠXOŠ¨NŠ��������ÀNŠOŠ���1���ÐNŠ����������������èNŠ@OŠ1������øNŠ����dOŠ0OŠ°OŠ�OŠ��������OŠpOŠ���1���(OŠ����������������@OŠ˜OŠ1������POŠ����¼OŠˆOŠPŠXOŠ��������pOŠÈOŠ���1���€OŠ����������������˜OŠðOŠ1������¨OŠ����PŠàOŠ`PŠ°OŠ��������ÈOŠ PŠ���1���ØOŠ����������������ðOŠHPŠ1�������PŠ����lPŠ8PŠ¸PŠPŠ�������� PŠxPŠ���1���0PŠ����������������HPŠ PŠ1������XPŠ����ÄPŠPŠQŠ`PŠ��������xPŠÐPŠ���1���ˆPŠ���������������� PŠøPŠ1������°PŠ����QŠèPŠhQŠ¸PŠ��������èKŠ@LŠ���1���àPŠ����������������øPŠPQŠ1������QŠ����tQŠ@QŠÀQŠQŠ�������������������1���8QŠ����������������PQŠ¨QŠ1������`QŠ����ÌQŠ˜QŠRŠhQŠ�������������������1���QŠ����������������¨QŠ�RŠ1������¸QŠ����$RŠðQŠpRŠÀQŠ��������ØQŠ0RŠ���1���èQŠ�����������������RŠXRŠ1������RŠ����|RŠHRŠÈRŠRŠ��������0RŠˆRŠ���1���@RŠ����������������XRŠ°RŠ1������hRŠ����ÔRŠ RŠ SŠpRŠ��������1���������1���˜RŠ����������������°RŠSŠ1������ÀRŠ����,SŠøRŠxSŠÈRŠ��������1���������1���ðRŠ����������������SŠ`SŠ1������SŠ����„SŠPSŠÐSŠ SŠ��������1���������1���HSŠ����������������`SŠ¸SŠ1������pSŠ����ÜSŠ¨SŠ(TŠxSŠ��������1���������1��� SŠ����������������¸SŠTŠ1������ÈSŠ����4TŠ�TŠ€TŠÐSŠ��������1���������1���øSŠ����������������TŠhTŠ1������ TŠ����ŒTŠXTŠØTŠ(TŠ��������1���������1���PTŠ����������������hTŠÀTŠ1������xTŠ����äTŠ°TŠ0UŠ€TŠ��������1���������1���¨TŠ����������������ÀTŠUŠ1������ÐTŠ����O Projovem Urbano está com matrículas abertas até o mês de março em todo o Brasil. São mais de 250 mil vagas oferecidas em 22 estados e 82 municípios. Com duração de 18 meses, o Programa é uma parceria do governo federal com os governos estaduais e municipais e destina-se a jovens de 18 a 29 anos, que sabem ler e escrever e não concluíram o ensino fundamental. No estado da Bahia, estão sendo oferecidas 22,3 mil vagas em 63 cidades, incluindo a capital, Salvador. Para se matricular, basta que o jovem apresente a carteira de identidade ou a certidão de nascimento.


O Projovem Urbano é coordenado pela Secretaria Nacional de Juventude, vinculada à Secretaria-Geral da Presidência da República, e sua execução fica a cargo do governo estadual ou da prefeitura municipal. Nas cidades com até 200 mil habitantes a parceria do governo federal é feita diretamente com as prefeituras. Já naquelas com população inferior a 200 mil habitantes, essa parceria é realizada com o governo do estado.


Esta é a segunda etapa nacional de matrículas do Programa, que de julho a agosto de 2008 matriculou mais de 86 mil jovens em 24 municípios brasileiros mais o estado de Goiás. O Projovem Urbano combina a formação do ensino fundamental com iniciação profissional e práticas de cidadania, além da inclusão digital. O aluno também recebe um auxílio mensal de R$ 100,00 que será pago mediante a entrega dos trabalhos escolares e freqüência de 75% às aulas.


O Programa é uma das quatro modalidades do Projovem Integrado, que foi lançado em 2007 com a unificação dos programas Agentes Jovem, Saberes da Terra, ProJovem,Consórcio da Juventude, Juventude Cidadã e Escola de Fabrica.


As outras três modalidades do ProJovem Integrado são o ProJovem Adolescente (Ministério do Desenvolvimento e Combate à Fome), ProJovem Campo (Ministério da Educação) e ProJovem Trabalhador (Ministério do Trabalho e Emprego). Com a integração, o governo federal pretende atender cerca de 3,5 milhões de jovens até 2010.


Para saber mais sobre as vagas para o Projovem Urbano, a exemplo dos locais de matrícula, ligue no 0800 722 7777, que funciona de segunda a sexta-feira, das 7h às 23h, além de sábados, domingos e feriados, das 8h às 20h.


 


Veja as cidades com matrículas abertas e respectivas vagas


 


Vagas oferecidas pelas prefeituras


 












1


Salvador


2400


2


Itabuna


700


 


Vagas oferecidas pelo governo do estado


 








1


Amargosa

O gestor público é o responsável direto pela administração pública, e, por via de conseqüência, pelo controle dos gastos públicos. O controle dos gastos públicos é imprescindível para se fazer uma gestão de qualidade e com responsabilidade. Por isso, nesse primeiro contato com a herança desastrosa e irresponsável deixada pelo antigo gestor, impõe-se, ao atual prefeito, a implementação urgente de uma meta: reorganizar as finanças públicas.


O atual gestor encontrou uma Prefeitura Municipal com sérios problemas de ordem econômico-financeiros. Contratos com valores exorbitantes foram detectados, que levaram o atual prefeito a reincidi-los. Havia uma empresa de informática (A freire) que dava suporte a prefeitura, com exceção da Secretaria da Saúde que tinha seu próprio sistema, com o valor de contrato R$ 120 mil reais por mês. Hoje, a MB, empresa contratada pela atual gestão dá suporte a toda prefeitura inclusive a Secretaria de Saúde com o valor de contrato de R$ 25 mil reais mensal. Vejam que disparidades de preços nestes contratos. Outro caso foi a existência de duas empresas que faziam os serviços de limpeza: a LIMPEL e a CLIMEX, uma servia os carros compactadores e a outra empregava os garis para coletar o lixo. Só a LIMPEL lucrou no ano passado a quantia de R$ 10 milhões de reais, com cerca de R$ 900 mil por mês. Vejam por onde estavam escorrendo o nosso dinheiro. O pior é que todo esse dinheiro estava sendo levado para fora do nosso município. Isso é uma vergonha! Por isso, não sobrou dinheiro para pagar aos fornecedores do nosso município, pois o dinheiro público estava sendo lavado com as empresas de fora.


Com uma dívida total que chega a cifra de mais de R$ 20 milhões de reais, o atual prefeito tem enfrentado problemas com os fornecedores deixados pelo antigo prefeito. O problema é que antigo gestor só deixou em torno de R$ 500 mil reais (verbas previstas no orçamento deste ano), para serem quitadas com os fornecedores. Entretanto, a dívida é infinitamente maior do que a verba correspondente. Agora, o pagamento do resto das dívidas, que ultrapassam os valores previstos em orçamento ou os que não dizem respeito às dividas conveniadas, ficam no poder discricionário do atual prefeito, para vê se vai pagar ou não as dívidas correspondentes. A LRF (Lei de Responsabilidade Fiscal) n.° 101/2000, em seu art. 42 dispõe que é vedado ao titular do poder pagar no exercício seguinte sem que haja suficiente disponibilidade de caixa para este efeito. Pelo que se vê na lei de responsabilidade fiscal o prefeito deverá analisar a viabilidade ou não para solucionar o problema com os fornecedores.


Outra situação é o inchaço dos bens públicos móveis deixados pelo antigo gestor. Como especialista na área administrativa, entendo que leiloar esses bens públicos, principalmente, os que já se encontram sucateados será a melhor saída para facilitar o gerenciamento da máquina pública. Hoje, impõe-se como novo modelo administrativo, o gerencial, sendo um de seus objetivos a diminuição de seu patrimônio.


Por fim, ante a exposição panorâmica da atual administração, esperamos que o prefeito tenha o controle das finanças públicas, de modo a qualificar os gastos públicos, sob o auspício dos princípios da eficiência e eficácia, a fim de que vejamos uma gestão responsável conforme determina a Lei de Responsabilidade Fiscal.


 


Jean Roubert Félix Netto


Pós-graduado em Direito Público

�����±��ØeŠ/01/27������1������¸WŠ���DHŠ}‰����hq‰
‰����a6��1������1���ðeŠ����������������`HŠ����������������}‰°ÿÀ��������)������HJŠrole dos Gastos Públicos����1���)���P‘‰�����������������������IŠðv ���)���1���x׈����������������������������±���)�������(IŠ��������������1���9������1���øHŠ���ÀWŠ���������IŠhIŠ1������ IŠ����ŒIŠXIŠØIŠ(IŠ��������±���)���¬IŠàeŠ�IŠ����������������hIŠÀIŠ1������A���±����������ìIŠ˜HŠpWŠ������������novo_nome_zip����������1���A���8WŠ?���#���#���xJŠxJŠ@WŠ¸UŠðv ��)���1���øuŠrole dos Gastos Públicos�ZŠ1���)���fŠ����„JŠhHŠ¨JŠ������������àJŠ0JŠ1���1���pJŠ����´JŠ€HŠðJŠxJŠ�����������������1���xHŠ����������1������ JŠ����üJŠØJŠHKŠ¨JŠ��������°JŠ������1���ÐJŠ����������������¨q‰0KŠ1������èJŠ����TKŠ KŠ KŠðJŠ��������KŠ������1���KŠ����������������0KŠˆKŠ1������@KŠ����¬KŠxKŠøKŠHKŠ��������`KŠ������1���pKŠ����������������ˆKŠàKŠ1������˜KŠ����LŠÐKŠPLŠ KŠ��������¸KŠ������1���ÈKŠ����������������àKŠ8LŠ1������ðKŠ����\LŠ(LŠ¨LŠøKŠ��������LŠ������1��� LŠ����������������8LŠLŠ1������HLŠ����´LŠ€LŠ�MŠPLŠ��������hLŠ������1���xLŠ����������������LŠèLŠ1������ LŠ���� MŠØLŠ MŠ¨LŠ��������ÀLŠ���I���1�������pXŠÈXŠ YŠxYŠÐYŠ(ZŠ€ZŠØZŠ0[Šˆ[Šà[Š8\Š\Šè\Š@]Š���I���ÐLŠ����������������èLŠˆMŠ1������øLŠ����¬MŠxMŠøMŠ�MŠ��������A PÚBLIC���1���pMŠ����������������ˆMŠàMŠ1������˜MŠ����NŠÐMŠPNŠ MŠ��������pMŠNŠ���1���ÈMŠ����������������àMŠ8NŠ1������ðMŠ����\NŠ(NŠ¨NŠøMŠ��������NŠhNŠ���1��� NŠ����������������8NŠNŠ1������HNŠ����´NŠ€NŠ�OŠPNŠ��������hNŠÀNŠ���1���xNŠ����������������NŠèNŠ1������ NŠ���� OŠØNŠXOŠ¨NŠ��������ÀNŠOŠ���1���ÐNŠ����������������èNŠ@OŠ1������øNŠ����dOŠ0OŠ°OŠ�OŠ��������OŠpOŠ���1���(OŠ����������������@OŠ˜OŠ1������POŠ����¼OŠˆOŠPŠXOŠ��������pOŠÈOŠ���1���€OŠ����������������˜OŠðOŠ1������¨OŠ����PŠàOŠ`PŠ°OŠ��������ÈOŠ PŠ���1���ØOŠ����������������ðOŠHPŠ1�������PŠ����lPŠ8PŠ¸PŠPŠ�������� PŠxPŠ���1���0PŠ����������������HPŠ PŠ1������XPŠ����ÄPŠPŠQŠ`PŠ��������xPŠÐPŠ���1���ˆPŠ���������������� PŠøPŠ1������°PŠ����QŠèPŠhQŠ¸PŠ��������èKŠ@LŠ���1���àPŠ����������������øPŠPQŠ1������QŠ����tQŠ@QŠÀQŠQŠ�������������������1���8QŠ����������������PQŠ¨QŠ1������`QŠ����ÌQŠ˜QŠRŠhQŠ�������������������1���QŠ����������������¨QŠ�RŠ1������¸QŠ����$RŠðQŠpRŠÀQŠ��������ØQŠ0RŠ���1���èQŠ�����������������RŠXRŠ1������RŠ����|RŠHRŠÈRŠRŠ��������0RŠˆRŠ���1���@RŠ����������������XRŠ°RŠ1������hRŠ����ÔRŠ RŠ SŠpRŠ��������1���������1���˜RŠ����������������°RŠSŠ1������ÀRŠ����,SŠøRŠxSŠÈRŠ��������1���������1���ðRŠ����������������SŠ`SŠ1������SŠ����„SŠPSŠÐSŠ SŠ��������1���������1���HSŠ����������������`SŠ¸SŠ1������pSŠ����ÜSŠ¨SŠ(TŠxSŠ��������1���������1��� SŠ����������������¸SŠTŠ1������ÈSŠ����4TŠ�TŠ€TŠÐSŠ��������1���������1���øSŠ����������������TŠhTŠ1������ TŠ����ŒTŠXTŠØTŠ(TŠ��������1���������1���PTŠ����������������hTŠÀTŠ1������xTŠ����äTŠ°TŠ0UŠ€TŠ��������1���������1���¨TŠ����������������ÀTŠUŠ1������ÐTŠ����