14 de agosto de 2022

Jornalista sugere Paulo de Deus para liderar equipe de Anilton

Clementino Heitor de Cravalho – Jornalista


 


Em artigo publicado em A Tarde – “A liderança regional de Paulo Afonso” – registrei que minha chegada a esta cidade , em 1989, a serviço do jornal, coincidiu em com o inicio da gestão Luiz de Deus na Prefeitura, encontrada em completo descrédito, como pude testemunhar e divulgar.


 


Também dei conta de ter acompanhado, no estrito papel de jornalista, as administrações que se seguiram, de Anilton Bastos e Paulo de Deus. E admiti outra coincidência, a de “minha saída de Paulo Afonso quando volta ao poder o mesmo agrupamento político que aqui encontrei”.


 


Deixei claro que “não é o momento de analisar o desempenho dos prefeitos Luiz de Deus, Anilton Bastos e Paulo de Deus”. Mas não hesitei em ”reconhecer que, ao longo dos seus governos, registrou-se mudança radical na face urbana e rural do município”.


 


E adiantei que, no livro a ser lançado em 2010, dedicarei ao tema, no contexto local e regional, capítulo especial, já incluindo a primeira metade do segundo mandato de Anilton. Estudo a possibilidade de transformar este capítulo em publicação que antecederá “A Crônica de Minha Aldeia”, a ser lançada no fim deste ano ou no começo de 2010, ficando a obra propriamente dita para o segundo semestre do próximo ano.


 


Paulo de Deus – O camisa 10 de Anilton Bastos 


 


Por outro lado, decidi proceder a uma análise crítica das gestões Paulo de Deus, até como reforço à ideia de que o governo Anilton Bastos deve superar a herança maldita de Raimundo Caíres, retomando estilo, estratégias e metas daquele período, sob medida para a conjuntura difícil do momento.


 


Tão logo foi anunciado o Secretariado do atual prefeito, fiz comentário – genérico – sobre a equipe formada. Usei metáfora futebolística para compará-la com time de (alguns) bons jogadores. Mas sem o craque, aquele que, na hora H, decide o jogo. Sugeri para esse papel, como camisa 10, o ex-prefeito Paulo de Deus.


 


De longe, o mais preparado do grupo que retomou o poder. Como Administrador de formação técnica, testado pela experiência, visão empreendedora, bem dotado como empresário privado e homem público, combinação incomum entre nós.


 


Fala-se que existem problemas de relacionamento do ex-prefeito com aliados até bem próximos, mas acho que a gestão de Anilton Bastos, superando impasses secundários, só teria a ganhar com a inclusão de Paulo de Deus na sua equipe. E alinhavei sugestões sobre as tarefas que lhe caberiam.


 


Considero mesmo que o governo Anilton Bastos e, por extensão, o grupo Luiz de Deus, não pode se dar ao luxo de abrir mão de sua maior estrela como gestor. Ainda mais no cenário já desenhado de dificuldades, com o DEM na oposição aos governos Jaques Wagner e Luiz Inácio da Silva, e tendo de administrar a Prefeitura de Paulo Afonso sob os efeitos somados da crise econômica e da política de terra arrasada praticada nos quatro anos de desgoverno do ex-prefeito Raimundo Caires.


 


Moleque Beijoca


 


Em tempo. Enquanto o artigo “A liderança regional de Paulo Afonso” gerou manifestações agradecidas da grei democrática local, personagem a que dei o cognome de Moleque Beijoca, sem ofensa aos moleques por destino, reagiu de cara amarrada, num encontro casual comigo, ao meu texto. Nem as viúvas de Caires tiveram essa reação.Freud explica? É provável que sim.


 


Dinossauros Pauloafonsinos


 


Como cidade, Paulo Afonso mal atravessou meio século. Mas já conta com pequena legião de dinossauros mentais: até jovens, na idade do corpo, mas senis de espírito, ou do que a isso se assemelhe. Seus ancestrais sobreviviam comendo carne putrefata, a boquinha da idade da pedra lascada. Eles sobrevivem com outro tipo de boquinhas, as que lhe rendem sinecuras, nos gabinetes poluídos por sua falta de caráter; ou os honorários, nos escritórios usados para lesar a clientela desprevenida.


 


E, como eles se olham muito nos espelhos, vêem a própria imagem reproduzida, e enxergam dinossauros por toda parte disputando suas boquinhas e arranjos produtivos, sobretudo quando aquelas e estes são consumados na undécima hora.


 


Assunto para ficção – conto, romance, novela – e/ou para página policial que, espremida, dela espirra sangue.


 


 


Clementino Heitor de Carvalho, jornalista, exerceu, por 20 anos, a função de correspondente do jornal A Tarde em Paulo Afonso e região. Antes, trabalhou no Jornal da Bahia e no Diário de Notícias, em Salvador, e também nos departamentos de jornalismo das rádios Cruzeiro, Excelsior e Sociedade da Bahia.

WhatsApp

Conteúdo 100% exclusivo e em primeira mão, que você só vê no PA4!

VEJA MAIS

COMENTÁRIOS

Comentários 0

  1. Vadão says:

    Eta Clementino ja te pedi vai dar opinião na tua cidade desgraçada e deixa a nossa em PAZ. Vê se deixa de ser puxa saco. Fora de Paulo Afonso se tiver um pigo de vergonha não escreva mais sobre a nossa cidade e principalmente exaltando os DEMONIOS que junto com você so fizeram desgraças em nossa cidade.
    CALA A BÔCA CLEMENTINO!!!!!

  2. Concursado says:

    Senhor Clementino, o senhor está querendo colocar mais lenha na fogueira? quer ver Paulo Afonso pegar fogo? homem, vai rezar e rogar à Deus por nós! Escreve sobre os direitos constitucionais dos cidadãos. Principalmente, esse que o nosso amigo prefeito quer nos negar….Estou aguardando sua matéria.

  3. Fiel a Dr Paulo says:

    Paulo Afonso nunca teve e nem terá um gestor da estirpe de Paulo de Deus.Concordo que ele não tenha agradado a todos mas, quem com ele conviveu, aprendeu a trabalhar para o povo, para o público.Confesso que tive muito medo quando ele foi prefeito de Paulo Afonso mas digo sem medo de errar: “Paulo de Deus é o unico homem capaz de levantar esta prefeitura” O homem é um crânio, tem visão política, é um excelente administrador, sabe valorizar as pessoas que trabalham e acima de tudo, é respeitado . Não deu muita sorte com alguns secretários, mas seu governo foi sério, organizado apesar de tudo. Não tenho muita fé que Anilto faça muita coisa.A educação não foi inovada, pelo contrário.50% das pessoas que estão lá dentro, desagradarma muito nas escolas, a tal equipe pedagógica, que tá lá do mesmo jeitinho que era com a ” xô satanás” da Lucia Lauritzen, foi o caos total da educação. Nas direções voltaram algumas boas, mas entaram algumas que nem falar sabem, outras que não tem educação, que nem se dirigir as paessoas sabem, Pelo amor de Deus Selminha, não deixe as essoas tomarem conta de voce não.Somos colegas, conheço seu trabalho, torço por você mas faça a diferença, forme uma equipe pedagógica com pessoas conhecidas pelo trabalho, pelo querer fazer, pela garra, que reconheçam que ó sucesso da escola está no pedagógico.Desmanche esta equipe sutilmente e vá formando outra aos poucos.Você sabe que estas meninas são odiadas nas escolas pelo trabalho terrível que fizeram no passado, pela arrogância delas, você era diretora lembra? vamos cuidar do que é nosso.Fiscalize os trabalhos, avalie faça valer a pena esta oportunidade unica que vc está tendo na vida e que venha Dr Paulo de Deus!!! Seja muito bem vindo!!!! Você é mesmo ” o cara”! Só quem contigo trabalhou te conhece.Sucesso!

  4. MARCOS PAULO,CONCURSADO says:

    este paulo fernando deve ser., um baita de um puxa saco,tenha vergonha na cara ;paulo de deus nunca prestou como político,rejeitado até em canindé sua terra,não achou vaquinha pra mamar, quer voltar,que vergonha ser paulafonsino;;;;;;;;;;;;

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

WhatsApp

Conteúdo 100% exclusivo e em primeira mão, que você só vê no PA4!

WhatsApp

Conteúdo 100% exclusivo e em primeira mão, que você só vê no PA4!