11 de agosto de 2022

Deputados baianos não trabalham, mas recebem

Apenas 17 dos 63 deputados compareceram ontem para mais uma sessão da convocação extraordinária da Assembléia Legislativa. O número não foi suficiente para abrir os trabalhos pela manhã, já que são necessários no mínimo 21 parlamentares para dar início à sessão. O detalhe é que mesmo os faltosos terão direito a receber R$37,5 mil somente no mês de janeiro por conta da convocação, o correspondente ao salário normal e dois extras. O presidente da Casa, Marcelo Nilo (PSDB), não vai querer cortar o ponto de ninguém, afinal é época de eleição. Ah, antes que alguém diga que o Bonfim é desculpa para os deputados não trabalharem, se conta nos dedos das mãos a quantidade de parlamentares que marcaram presença na festa religiosa.


 


Na quarta-feira dia 14, o Bahia Notícias publicou matéria relacionando os nomes de alguns dos deputados faltosos:


 


“faltaram a pelo menos uma sessão da convocação extraordinária da Assembléia Legislativa, que começou na terça-feira da semana passada, os deputados Roberto Carlos (PDT), Paulo Rangel (PT), Fátima Nunes (PT), Adolto Menezes (PTB), João Bonfim (DEM), Ferreira Ottomar (PMDB), Luiz de Deus (DEM), Gildásio Penedo (DEM), Sérgio Passos (PSDB) e João Carlos Bacelar (PTN). Paulo Rangel, que é líder do PT, e Fátima Nunes já faltaram duas vezes.”


 


Fonte: Bahia Notícias

WhatsApp

Conteúdo 100% exclusivo e em primeira mão, que você só vê no PA4!

VEJA MAIS

COMENTÁRIOS

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

WhatsApp

Conteúdo 100% exclusivo e em primeira mão, que você só vê no PA4!

WhatsApp

Conteúdo 100% exclusivo e em primeira mão, que você só vê no PA4!