13 de agosto de 2022

Acusados de estuprar duas adolescentes no BTN são presos pela Polícia Civil

A Polícia Civil de Paulo Afonso, sob o comando da Delegada Plantonista Juliana Fortes, prendeu no último domingo (28), uma quadrilha acusada de praticar vários crimes na região do BTN. Foram presos três jovens e uma senhora: Danilo Alves Feitosa de 20 anos; Iranildo da Silva Gomes (19), o mais novo deles José Clementino dos Santos de 18 anos e Vanilda Maria da Silva  (28) acusada de ter escondido em sua residência as armas do crime. Os três garotos juntamente com outros indivíduos conhecidos por Elton Torres e Rafel vulgo “Paulista” que se encontram foragidos, estão sendo acusados de terem estuprado na noite de natal (25), duas adolescentes.


 


O crime ocorreu quando as duas jovens acompanhadas dos seus respectivos namorados participavam de uma Seresta no “Bar Top Line” localizado no BTN III, ao deixarem a festa, numa determinada rua do mesmo bairro, os dois casais foram abordados pelos elementos que estavam armados. Dois deles apontaram as armas para os acompanhantes das vítimas, enquanto que os outros conduziram as garotas até o canal emissário do bairro e lá teriam praticado o estupro.


 


Conforme as investigações, os autores reduziram a capacidade de defesa das vítimas, já que agiram com unidade de propósitos, numa clara demonstração que houve também o cometimento do crime de formação de quadrilha, previsto no artigo 288 do Código Penal Brasileiro, já que se reuniram com o propósito de praticar o crime sexual.


 


O Delegado Regional Mozart Cavalcanti, disse “Realmente é inaceitável pela sociedade este tipo de crime”.


 


A polícia está averiguando a participação de mais integrantes da quadrilha. Algumas vítimas estiveram ontem (29) na delegacia fazendo o reconhecimento dos envolvidos nos crimes, uma delas de iniciais L.G.M de 20 anos e o seu namorado W.J.S.S, não tiveram dúvida de que foram eles os autores do estupro, razão pela qual a delegada Juliana, representou pela prisão dos suspeitos.


 


De acordo com Mozart, o caso ainda não está finalizado. “Vamos continuar as investigações, visando o esclarecimento definitivo da eventual participação de mais dois investigados que ainda continuam em liberdade”, concluiu. Caso seja confirmada participação dos demais suspeitos, a delegada deverá representar também pela prisão deles.  


 


Participaram da operação 06 investigadores Alizel Portugal, João Enoque, Pedro Paulo, Jucélio, Mário Francisco e Antônio Marcos.

WhatsApp

Conteúdo 100% exclusivo e em primeira mão, que você só vê no PA4!

VEJA MAIS

COMENTÁRIOS

Comentários 0

  1. osman marinho bezerra says:

    parabéns aos policiais,agora coloquem batom nesses safados e chamem um bom pé de mesa,que mofem na cadeia.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

WhatsApp

Conteúdo 100% exclusivo e em primeira mão, que você só vê no PA4!

WhatsApp

Conteúdo 100% exclusivo e em primeira mão, que você só vê no PA4!