6 de julho de 2022

Paulo Afonso: Mulher não será indiciada por homicídio, caso legítima defesa for confirmada, diz polícia

Por

Redação (pa4.com.br) com g1

Após depoimento de testemunhas, suspeita foi liberada para responder pelo crime em liberdade.

 

Mulher foi encaminhada para delegacia, mas liberada após depoimento — Foto: Divulgação/Polícia Civil

Clécio Oliveira do Nascimento, 31 anos, foi morto com um golpe de faca, no último sábado (14), na cidade de Paulo Afonso, Bahia. De acordo com a Polícia Civil local, o homem morreu no Hospital Municipal de Paulo Afonso, após receber uma facada na região do tórax.

Ainda segundo a polícia, o crime ocorreu na Rua Santa Inês, no bairro de mesmo nome, em Paulo Afonso. A suspeita de matar o homem foi identificada como Raquel Maria da Silva e Silva, 26 anos, e era companheira da vítima.

Após o crime, Raquel foi conduzida para a delegacia para prestar depoimento. Além dela, foram ouvidas oito testemunhas que apontaram que, provavelmente, o crime teria ocorrido por legítima defesa, já que a mulher sofria agressões e ameaças feitas por Clécio há mais de dois anos.

Diante disso, a Polícia Civil decidiu não realizar a prisão em flagrante e efetuar toda a investigação com a mulher em liberdade. Ainda segundo a polícia, caso se confirme que ação ocorreu por legítima defesa, Raquel não será indiciada por homicídio.

Ainda no sábado, o corpo do homem foi removido pelo Departamento de Polícia Técnica, que também realizou perícia no local.

 

Clécio Oliveira do Nascimento morreu no Hospital Municipal de Paulo Afonso, após receber uma facada na região do tórax.

WhatsApp

Conteúdo 100% exclusivo e em primeira mão, que você só vê no PA4!

VEJA MAIS

COMENTÁRIOS

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

WhatsApp

Conteúdo 100% exclusivo e em primeira mão, que você só vê no PA4!

WhatsApp

Conteúdo 100% exclusivo e em primeira mão, que você só vê no PA4!