14 de agosto de 2022

Homem que matou companheira tinha sido preso por violência doméstica há 3 meses e denunciado por maus-tratos contra filha

Por

Redação (pa4.com.br)

Homem que matou companheira tinha sido preso por violência doméstica 3 meses antes do crime e denunciado por maus-tratos contra filha. Crédito: ilha.fm

 

 

 

José Francisco, de 42 anos, tinha sido denunciado e preso por violência doméstica três antes de matar a companheira de 28 anos, no bairro Jardim Bahia, em Paulo Afonso. Também havia contra ele um procedimento em andamento por maus-tratos contra a filha menor.

Na manhã desta quarta-feira, 6 de julho, o criminoso espancou até a morte Maria Michele dos Santos. Cerca de três meses antes do crime, a justiça havia concedido prisão preventiva contra o criminoso por violência contra a vítima, ele chegou a ser levado para o presídio regional, porém, a mesma justiça o liberou dias depois. A informação é da delegada Mirela Ventura, titular da DEAM – Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher, em entrevista ao repórter Tiago Santos da rádio Delmiro FM.

“Sim, ele tinha antecedentes por violência doméstica. Em março deste ano ele foi preso em flagrante delito por lesão corporal. Naquele momento ele a agredia quando um familiar dela passou em frente da casa, ouviu os gritos, pulou o muro e socorreu a vítima. Entrou em luta corporal com o agressor, a polícia foi chamada, ele foi preso em flagrante delito, apresentado em audiência de custódia e o juiz decretou a prisão preventiva do agressor. Ele foi para o presídio, ficou preso por alguns dias e foi liberado posteriormente pela própria justiça e me parece que reatou com ela, tanto que já estavam na mesma residência”, afirmou a delegada.

Denunciado por maus tratos contra filha

Ainda conforme Mirela Ventura, o réu-confesso estava sendo investigado por maus-tratos contra criança. “Também no mês de maio, o Conselho Tutelar recebeu denúncia, desse mesmo agressor, de maus-tratos contra a criança, e havia um procedimento em curso também investigando supostos maus tratos contra os filhos por esse agressor”, relatou a titular da DEAM.

Vítima tinha 28 anos. O corpo foi levado para o IML. Foto; Kaká (pa4.com.br)

José Francisco foi preso em flagrante logo após cometer o feminicídio. De acordo com Mirela Ventura, na delegacia de Polícia Civil ele confessou o crime e agora encontra-se novamente à disposição da justiça.

Veja depoimento da delegada: @sitepa4

WhatsApp

Conteúdo 100% exclusivo e em primeira mão, que você só vê no PA4!

VEJA MAIS

COMENTÁRIOS

Comentários 2

  1. Carlos says:

    Como a nossa justiça é cega, n viu esse crime e vai solta-lo !! BRASIL SIL SIL !! Por isso sou a favor da pena de morte e castração quimica, pega um pra cristo e garanto que a maioria ou se nao ”todos” vao re-pensar antes de fazer qualquer barbaridade, e sem esquecer dos DIREITOS DOS MANOS, que vós lhe pergunto… Foi visitar essa familia, depois do ocorrido ???

  2. Indignado says:

    Lixo de justiça, feita pra beneficiar criminoso. O cidadão de bem que se lasque, tsc

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

WhatsApp

Conteúdo 100% exclusivo e em primeira mão, que você só vê no PA4!

WhatsApp

Conteúdo 100% exclusivo e em primeira mão, que você só vê no PA4!