6 de julho de 2022

Governador Rui Costa diz que medidas de Bolsonaro sobre combustíveis vão ‘quebrar’ estados

Por

Redação (pa4.com.br) com g1

Rui Costa diz que ações do governo federal são irresponsáveis e que tirariam dinheiro da Saúde, Segurança e Educação para garantir lucros de companhias de petróleo.

 

O governador da Bahia, Rui Costa (PT-BA), disse nesta quarta-feira (8), que a proposta do presidente da República, Jair Bolsonaro, para diminuir o preço dos combustíveis “quebrará” os estados, se aprovada pelo Congresso Nacional, e que se trata de uma “artimanha com fins eleitoreiros”.

A declaração foi feita em audiência com o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco(PSD-MG), em Brasília. O gestor baiano disse que as medidas tirariam dinheiro de investimentos em áreas primordiais do país.

“Não posso concordar em tirar dinheiro da saúde, segurança e educação para garantir altos lucros de companhias de petróleo”, disse Rui Costa.

O presidente Jair Bolsonaro anunciou na segunda-feira (6) uma proposta de acordo com os governos estaduais para reduzir a carga tributária sobre os combustíveis e, com isso, tentar frear a escalada da inflação no país.

O acordo prevê, em linhas gerais:

  • zerar o ICMS (imposto que vai para os cofres estaduais) sobre diesel e gás de cozinha;
  • reduzir o ICMS e zerar os impostos federais sobre gasolina e etanol;
  • compensar os estados e o Distrito Federal por parte da perda de arrecadação.

Rui Costa afirma que essa equação não fecha e causará uma “tragédia” na prestação de serviços públicos e no pagamento de servidores em todos os estados brasileiros.

“A Bahia teria de abrir mão de R$ 5 bilhões. Como posso concordar com isso? Eu tenho que pagar salário de policial, de professor, comprar remédios para os hospitais todo mês. Sem essa receita, a conta não fecha. E o governo federal sabe bem disso”, afirmou o governador da Bahia.

Na avaliação do governador, uma saída eficaz seria usar as margens e os lucros das companhias que comercializam petróleo, convertendo-os em recursos para a Saúde e Educação.

“Vários países desenvolvidos do mundo fazem controle dos preços dos combustíveis. No Brasil, quer se retirar recursos da saúde, da educação, do pagamento dos policiais, de professores para se garantir altos lucros das companhias de petróleo. Eu não posso concordar com isso”, explicou Rui.

A mesma linha de raciocínio é seguida pelos demais governadores do país. Na audiência com Pacheco, eles afirmaram que a Petrobras, somente no primeiro trimestre deste ano, registrou um lucro de R$ 48 bilhões.

“Não dá para entender o que está acontecendo com o nosso país, castigando o povo pobre para garantir lucros gigantescos para quem comercializa e produz petróleo. É uma inversão de valores”, disse Rui Costa.

 

WhatsApp

Conteúdo 100% exclusivo e em primeira mão, que você só vê no PA4!

VEJA MAIS

COMENTÁRIOS

Comentários 4

  1. Jotinha says:

    Basta não roubar que não quebra.

  2. cris matos says:

    Rui Costa falando em responsabilidade… pelo amor de Deus façam uma garapa pra ele.

  3. junior says:

    cade o dinheiro dos respiradores seu ditador

  4. Rodrigo says:

    Rui Bosta acostumado com os cofres cheios através da exploração do icms.
    Mas sua hora ta chegando pra fazer sua correira bem pra longe da nossa Bahia.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

WhatsApp

Conteúdo 100% exclusivo e em primeira mão, que você só vê no PA4!

WhatsApp

Conteúdo 100% exclusivo e em primeira mão, que você só vê no PA4!