6 de julho de 2022

Geddel assume em Pombal que é candidato ao Governo da Bahia



Durante o Encontro Regional do PMDB 2010 em Ribeira do Pombal, neste sábado, 18 de julho, como nos anteriores, aconteceram pronunciamentos de diversos prefeitos, vereadores e lideranças políticas dos vinte e cinco municípios da região, todos clamando pela candidatura de Geddel ao Governo do Estado.


 


O Ministro da Integração Nacional iniciou o seu discurso dizendo ter recebido, por telefone, a notícia que não gostaria de ter ouvido, quanto ao falecimento do presidente do PMDB em Minas Gerais, deputado Ferando Dias. “Passei uma noite muito ruim. E hoje quando cheguei aqui, porque esse era um compromisso que não podia cancelar, ou seja, a sua presença mais uma vez em Ribeira do Pombal chego aqui e encontro a felicidade estampada no rosto de vocês. É como se Deus me dissesse Fernando se foi, mas você ainda tem que ficar ai para continuar trabalhando por esse povo.


 



Geddel destacou a situação da segurança pública do Estado. “Eu quero falar com vocês de esperança, de fé, de compromisso, para enfrentar os problemas e superá-los. O passado que ficou para, não deixou saudade. Vocês que querem trabalhar precisam andar de cabeça erguida. Precisamos melhorar a segurança. Vocês, cidadãos, tem que se sentir livres. Quem tem que ficar preso são os bandidos.


 


O ministro falou ainda sobre as condições de saúde pública que vive os baianos. “O doente do interior tem que ir para Salvador porque não tem atendimento, e isso acaba achatando os hospitais da capital. Há de se adotar políticas públicas e fazer com que elas saiam do papel para beneficiar a população. Meu compromisso desde muito cedo é por esta terra, não é com cargos, é pela terra onde nasceram meus bisavós, meus avós, meus pais e meus filhos.


 


Se vocês me pedem, é claro que eu vou. Vou aceitar ser governador. Vamos caminhar. Vamos seguir juntos nesta caminhada”, disse Geddel. Em resposta à Wagner, Geddel assume que é candidato ao governo do Estado. “E hoje, com ainda mais certeza do que ontem, agora vendo estampado no rosto de cada um de vocês, vou levar o PMDB ao governo da Bahia para fazer uma grande obra neste Estado”, concluiu Geddel.


 


O Prefeito Zé Grilo, sorridente, se mostrava satisfeito com o evento, pois foi elogiado por todos da comitiva de Geddel e Lúcio Vieira, pela organização, a presença do público e a animação do povo durante o PMDB 2010. Um sucesso, afirmou Zé Grilo, no final do evento político.


 


O encontro reuniu o Ministro de Integração Nacional, Geddel Vieira Lima (PMDB), o prefeito de Salvador, João Henrique Carneiro (PDT), o prefeito de Ribeira do Pombal, Zé Grilo (PMDB), o prefeito de Tucano, José Rubens (Rubinho) (PSB), prefeitos, vereadores e lideranças políticas de 25 municípios da região.



A receita de Geddel para governar a Bahia, e que foi recentemente elogiada pelo presidente Lula é simples: “temos que estabelecer prioridades. Quando se tem pouco, se faz com pouco. Jamais, porém, deixar de fazer o que tem de ser feito. Governar um Estado é como administrar uma casa”, ensina o ministro. Com essa fórmula caseira, Geddel arrancou do presidente Luís Ignácio a declaração segundo a qual se trata do “ministro mais ágil dos últimos 500 anos”. Ou seja, da história brasileira.


 


Em tempo: O mote de campanha de Gedel já foi anunciado hoje mesmo, em Ribeira do Pombal. Será o mesmo de OBAMA: a “esperança”. Para o ministro não vale a pena lembrar o passado tampouco cultivar o presente, somente o futuro poderá nos emprestar conforto e felicidade. Só nos resta aguardar!  


 


 


 


 


 

WhatsApp

Conteúdo 100% exclusivo e em primeira mão, que você só vê no PA4!

VEJA MAIS

COMENTÁRIOS

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

WhatsApp

Conteúdo 100% exclusivo e em primeira mão, que você só vê no PA4!

WhatsApp

Conteúdo 100% exclusivo e em primeira mão, que você só vê no PA4!