5 de julho de 2022

Rodovias baianas serão reformadas e ampliadas por meio de concessão

Representantes da ViaBahia Concessionária de Rodovias, empresa vencedora do leilão da Agência Nacional de Transportes (ANTT), para concessão das estradas federais BRs 324 e 116 e das estaduais Bas 526 e 528 se reuniram com o governador Jaques Wagner nesta segunda-feira (13).


Durante o encontro foram acertados os últimos ajustes para o início das obras nas estradas. O contrato será assinado dia 30 de julho e as obras de recuperação devem começar um mês depois. As rodovias passarão por grandes transformações antes de serem entregues à iniciativa privada. As reformas fazem parte do contrato assinado entre o governo e a empresa, responsável pela exploração das estradas pelos próximos 25 anos.


Entre os trabalhos que serão realizados estão a limpeza geral da pista e faixas de domínio; restauração do asfalto e acostamentos; recuperação emergencial, limpeza e drenagens; recuperação dos dispositivos de segurança existentes; sinalização horizontal e vertical; capinagem; reparos nos sistemas elétricos e de iluminação e a duplicação de 84 quilômetros da BR-324. O investimento em obras e serviços previstos para todo o período de concessão é de R$ 1,9 bilhão.


Segundo o presidente da empresa, Sergio Ray Santillán, entre os benefícios para a população baiana estão a geração de empregos e a arrecadação do Imposto Sobre Serviço (ISS). A extensão da concessão inclui apenas trechos no estado da Bahia, cruzando 26 municípios e beneficiando o escoamento de produtos para o Porto de Aratu.


“Serão gerados 800 empregos diretos e mais 1.400 indiretos, além disso, 5% do imposto recolhido será revertido para melhorias em todos os municípios por onde passam as rodovias”, declarou Sérgio.


A concessão destas estradas vai melhorar as condições de tráfego em duas das mais importantes rodovias federais da Bahia, incluindo a recuperação de outras duas estradas estaduais estratégicas por ser a ligação entre o Polo Petroquímico de Camaçari e o Porto de Aratu.


Nas estradas estaduais não serão cobrados pedágios. Os trechos licitados incluem 113,2 quilômetros na BR-324 (Salvador – Feira de Santana); 9,3 quilômetros na BR 526 (entrada da BR 324 – entrada da BA 528); quatro quilômetros na BA 528 (entrada da BA 526 – acesso à Aratu) e 554,1 quilômetros na BR 116 (Feira de Santana – divisa com MG).


Serão instaladas sete praças de pedágio: duas na BR 324, que vão custar R$ 1,70, e cinco na BR 116, com o valor de R$ 2,20. Esses valores deverão ser reajustados de acordo com o Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA).


Ainda de acordo com os representantes da empresa, os postos de pedágio devem começar a operar em fevereiro de 2010, depois da aprovação de todas as reformas estruturais.


Fonte: AGECOM

WhatsApp

Conteúdo 100% exclusivo e em primeira mão, que você só vê no PA4!

VEJA MAIS

COMENTÁRIOS

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

WhatsApp

Conteúdo 100% exclusivo e em primeira mão, que você só vê no PA4!

WhatsApp

Conteúdo 100% exclusivo e em primeira mão, que você só vê no PA4!