3 de julho de 2022

Reunião fortalece concursados de Paulo Afonso

O movimento dos aprovados no concurso da Prefeitura de Paulo Afonso esteve na quinta-feira, dia 09 de julho, reunindo mais de cem pessoas no COPA (20h) para receberem esclarecimentos sobre o andamento dos processos na justiça e as medidas que deverão ser tomadas, desta data em diante, estando presente o líder da oposição na Câmara de Vereadores, Celso Brito Miranda que representava a bancada, além do advogado Celso Pereira.


Orientados por seus advogados, os concursados entrarão nos próximos dias com o pedido do pagamento das multas pelo prefeito, que não cumpriu as liminares, além de uma ação judicial denunciando a desobediência do prefeito à liminar do juiz da comarca, cujos agravos de instrumento foram negados pelo Tribunal de Justiça da Bahia, podendo inclusive levar a processo de improbidade administrativa.


Os concursados também decidiram nesta assembléia pela realização de vários protestos de sensibilização a sociedade para a causa dos aprovados no concurso 01/2008 da PMPA, que acontecerão ao longo deste mês, e até que o prefeito Anilton Bastos comece a convocá-los.


Para os concursados o posicionamento do prefeito durante entrevista recente na rádio aliada, nada contribui para esclarecer a situação à população, pois repetiu as suas declarações que deu em outras entrevistas. As irregularidades apontadas até o momento se provaram não serem consistentes para uma anulação do pleito do concurso e a decisão da justiça às liminares mostra que a convocação é um direito cada vez mais próximo para os que se esforçaram e dignamente foram aprovados.


Segundo o vereador Celso Brito, “o prefeito tem faltado com a verdade em suas declarações, pois diz que obedecerá a decisão da justiça e, no entanto, continua em desobediência as limares concedidas na comarca e ratificadas pelo Tribunal de Justiça do Estado. Joga ao vento denúncias sem consistência que só confirmam o sentimento da sociedade de que ele não deseja os aprovados no concurso na prefeitura. Seu desejo é manter irregularmente seus apadrinhados políticos, enquanto, os que por méritos foram aprovados sofrem privação financeira e familiar, sem emprego e desmotivado pela perseguição política manifestada pelo atual governo municipal”.


É preciso que a sociedade se sensibilize com esta situação dos concursados, pois eles cobram apenas que se cumpram um direito garantido na Constituição Federal, que no serviço público deve ser exercido apenas por aprovados em concurso público. Estas pessoas estudaram, investiram tempo e dinheiro para garantir sua vaga no serviço público municipal. Confiaram também, nas promessas do atual prefeito durante a campanha de que convocaria os concursados no início do seu governo.


Acreditamos na justiça e, enquanto vereadores da oposição manteremos o nosso apoio nas demandas que virão até que esta vitória seja concretizada na convocação destes aprovados no concurso da PMPA. Essa luta deve ser de todos aqueles que acreditam na justiça e nas leis deste País.

WhatsApp

Conteúdo 100% exclusivo e em primeira mão, que você só vê no PA4!

VEJA MAIS

COMENTÁRIOS

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

WhatsApp

Conteúdo 100% exclusivo e em primeira mão, que você só vê no PA4!

WhatsApp

Conteúdo 100% exclusivo e em primeira mão, que você só vê no PA4!