6 de julho de 2022

Barraqueiros falam sobre vendas de fogos no São João de Paulo Afonso

Tradicionalmente as festas juninas lembram fogueira, forró, quadrilha, casamento matuto e mesa repleta de saborosas comidas típicas da região Nordeste, cujo ingrediente básico é o milho, abundante nesta época do ano, favorecido pelo inverno, período em que as chuvas caem com frequência na região.


 


Mas para os católicos mais fervorosos, para festejar os santos juninos: Santo Antônio, São João e São Pedro, o que não pode faltar mesmo são os tradicionais fogos de artifício, vendidos em qualquer esquina da cidade, inclusive nas feiras livres, sem nenhum critério para exposição e estocagem.


 


Nossa reportagem visitou recentemente as barracas de fogos, devidamente autorizadas a funcionar, instaladas por trás da Caixa Econômica e descobriu que a mais antiga em atividade está completando 49 anos de existência.


 


Armada pela primeira vez em 1960, mesmo ano de construção da capital federal, a “Barraca Seu Lió” de propriedade do saudoso Leonildo Gomes, após o falecimento do seu fundador passou a ser gerenciada pela filha mais velha, Hélia Ferreira Gomes. A professora Hélia lembra com saudade que começou a ajudar o pai em 1970, quando as poucas barracas que existiam na época eram armadas no largo da Avenida Landulfo Alves, hoje Praça Abdon Sena – Centro Financeiro de Paulo Afonso.


 


Atualmente as barracas de fogos, que atraem centenas de pessoas, especialmente nos dias dedicados aos 3 santos juninos, são instaladas em local apropriado por determinação da prefeitura e dos orgãos que fiscalizam esse tipo de comércio. Os produtos vão desde a bombinha simples que custa R$ 0,10 até a caixa de fogos de lágrimas de R$ 250,00. – O período de funcionamento é de 01 de maio a 01 de julho, e para se instalar, o proprietário precisa retirar licença de funcionamento fornecida pela prefeitura, mediante pagamento de uma pequena taxa e obedecer rigorosamente as normas de segurança como: instalações elétricas de acordo com determinação da Coelba e presença obrigatória de pelo menos um extintor de incêndio no local.


 


Seu Antônio Alves, 85 anos, aposentado, fala com orgulho do ofício que exerce há 40 anos, como dono da “Barraca Santo Antônio”, a mais antiga, com 40 anos de atividade. – Candidato a vereador por 4 vezes consecutivas, sem nunca ter sido eleito, seu Antônio não perdeu o bom humor e diz estar preparado para uma nova tentativa em 2012, quando espera ser vitorioso nas urnas e nas vendas, por ser um ano de campanha política, onde ocorrem as pomposas carreatas e comícios.


 


Este ano, apesar do pouco movimento até agora, os barraqueiros esperam o aquecimento das vendas a partir do dia 12 de junho, véspera do dia de Santo Antônio.

WhatsApp

Conteúdo 100% exclusivo e em primeira mão, que você só vê no PA4!

VEJA MAIS

COMENTÁRIOS

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

WhatsApp

Conteúdo 100% exclusivo e em primeira mão, que você só vê no PA4!

WhatsApp

Conteúdo 100% exclusivo e em primeira mão, que você só vê no PA4!