6 de julho de 2022

Vice-prefeito de Jatobá renuncia ao cargo

A dobradinha política entre João Gomes de Araújo (PSB) e Washington Pereira de Souza (PT), que os elegeu prefeito e vice respectivamente em Jatobá, acabou apesar de não ter havido nenhum desentendimento político entre os dois e nem entre os diretórios dos seus partidos. Washington vai protocolar na Justiça Eleitoral de Pernambuco o documento atestando a sua renúncia do cargo.


Procedimento idêntico será feito na Câmara Municipal, além de já ter comunicado formalmente ao prefeito João Gomes Araújo. Washington alega que por incompatibilidade com a Chesf, empresa da qual é funcionário, vê-se obrigado a abrir mão do cargo de vice-prefeito da cidade pernambucana de Jatobá.


“A Constituição me assegura o direito de opção salarial quando se trata de uma empresa pública, mas a Chesf é reconhecida como sociedade de economia mista com 51% públicos e o restante privado, então não foi aceito pela Chesf que eu fizesse opção de salário, mas mesmo sabendo dessa dificuldade tomamos posse, porque eu aguardava através de advogados rever essa situação.


Em vários diálogos com os advogados e juristas descobrir que não havia jurisprudência e, se tratando de um vice-prefeito e um prefeito honestos, sem imaginar a corrupção no setor público resolvi renunciar ao cargo,”afimou Washington.


O prefeito João Gomes lamentou a renúncia, mas respeitou a decisão do ex-companheiro de chapa. João Gomes exerce o terceiro mandato, ainda que de forma intercalada, enquanto Washington Pereira estava no quinto mês como vice-prefeito, todavia Washington já tinha experiência administrativa de quando administrou o acampamento de Itaparica.


Muito triste além de decepcionado com esta renúncia “forçada”, Washington fez questão de enfatizar o quanto vinha trabalhando para o bem-estar e desenvolvimento do município, haja vista que já tinha conseguido,através do Território de Itaparica, recursos na ordem de R$ 800.000,00 (oitocentos mil reais) para a área de saúde, além de conseguir com o deputado federal Pedro Eugênio de Pernambuco, outros R$ 250.000,00 (duzentos e cinqüenta mil reais).


Antes que se possam suscitar dúvidas, principalmente por parte da oposição, sobre seu relacionamento com João Gomes, Washington adverte que não houve qualquer desentendimento “pelo contrário, eu arranjei um amigo de graça, até então não conhecia João Gomes a fundo como eu o conheci nessa campanha, nós conversávamos bastante, a gente discutia os problemas da cidade, eu sentia o quanto João Gomes é honesto nas suas atitudes; ele governou esse município por dois mandatos e eu não acompanhava de perto, eu era oposição, então eu não sabia o quanto João Gomes era honesto como eu sei agora”, disse Washington.


Quanto ao fato de sua renúncia não ser compreendida pelo seu eleitorado, Washington diz não ver problema algum nisso, pois seus eleitores conhecem muito bem sua personalidade bem como a do prefeito João Gomes e que, portanto, jamais irá questionar essa posição.


Quanto a reação da oposição Washington acredita que seus adversários vão explorar o fato, mas não adianta dar respostas porque eles não vão querer ouvir nem tampouco entender sua atitude. Washington se mostra preocupado com o fato de no futuro querer concorrer a um cargo majoritário e ter que enfrentar todo esse processo novamente.


“Hoje eu não vislumbro nenhuma candidatura, mas tudo é conjuntural principalmente na política e, até então, não existe jurisprudência para que eu possa concorrer a um pleito sem, no entanto, me desvincular da empresa na qual trabalho”, concluiu.

WhatsApp

Conteúdo 100% exclusivo e em primeira mão, que você só vê no PA4!

VEJA MAIS

COMENTÁRIOS

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

WhatsApp

Conteúdo 100% exclusivo e em primeira mão, que você só vê no PA4!

WhatsApp

Conteúdo 100% exclusivo e em primeira mão, que você só vê no PA4!