5 de julho de 2022

Assassino de Fernando Aldo é condenado a 9 anos de prisão em regime fechado

O policial militar Dilson Alves, acusado de participar do esquema montado para assassinar o vereador por Delmiro Gouveia, Fernando Aldo, ocorrido em 2007, na cidade de Mata Grande, foi condenado a nove anos de prisão em regime fechado. O julgamento, que começou na manhã desta segunda-feira, terminou no início da tarde e a sentença foi proferida pelo juiz Maurício Brêda.


 


Na verdade, o acusado foi condenado a 19 anos de detenção, mas em decorrência de ter cumprido pena de um ano e por ter contribuído com as investigações, ele foi beneficiado com o a Delação Premiada. O policial militar teria agido com “ponteiro” no crime, ou seja, indicou todos os passos que Fernando Aldo percorria para facilitar o trabalho dos executores.


 


Durante o seu depoimento, que aconteceu na tarde desta segunda-feira à portas fechadas, durante duas horas consecutivas, Dilson Alves teria apontado o nome dos autores intelectuais do crime. O policial militar revelou ter recebido apenas R$ 4 mil do deputado estadual Cícero Ferro, apontado como o autor intelectual do assassinato.


 


O julgamento já foi adiado por duas oportunidades. Na primeira data marcada o adiamento aconteceu porque o advogado de defesa alegou estar doente e, na segunda oportunidade, Dilson Alves não aceitou o defensor público que o Estado teria disponibilizado.

WhatsApp

Conteúdo 100% exclusivo e em primeira mão, que você só vê no PA4!

VEJA MAIS

COMENTÁRIOS

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

WhatsApp

Conteúdo 100% exclusivo e em primeira mão, que você só vê no PA4!

WhatsApp

Conteúdo 100% exclusivo e em primeira mão, que você só vê no PA4!