6 de julho de 2022

Montalvão rebate prefeitura e diz que “contra fatos não há argumentos”

OZILDOALVES.COM.BR – CONTATO


Mensagem enviada através do site


Em 9/5/2009 – 5h17m


 


Nome: Montalvão


E-mail: [email protected]


 


Mensagem: RESPOSTA A RESPOSTA.


 


Eu tenho comigo uma prática diária de logo pela manhã acessar as páginas na Internet dos jornais locais, o de Ozildo Alves, o PAN e os blogs de Antonio Almeida, Dimas Roque e Agnelo, dentre outras publicações eletrônicas de caráter regional e hoje, sexta-feira, 08.05, me deparei no site de Ozildo com a seguinte manchete: “Prefeitura desmente informação de Montalvão sobre a receita do Município”.


 


Devo dizer que para mim foi uma surpresa pois no artigo publicado no PAN, sob o título ALGUNS TEMAS, edição de 01.05.2009, em nota de rodapé – RECEITAS – apenas transcrevi dados extraídos da página do BB na Internet e fornecidos pelo Tesouro Nacional, onde estão declaradas as receitas transferidas pela União e o Estado ao Município de Paulo Afonso  no mês de abril. No endereço que segue, logo no cabeçalho e na parte final da página, o leitor encontrará o seguinte:


 


(https://www13.bb.com.br/appbb/portal/gov/ep/srv/daf/index.jsp)


 


SISBB – Sistema de Informações Banco do Brasil – 08/05/2009 DAF – Distribuição de Arrecadação Federal – 12:26:19


 


PAULO AFONSO – BA


 


TOTAL DOS REPASSES NO PERIODO


                  


          DEBITO BENEF.              6.289.788,37D


          CREDITO BENEF.         10.453.163,63C


 


Se houve equívoco na informação sobre o valor líquido creditado ao Município de Paulo Afonso em abril, de R$ 10.453.163,63, não foi de minha parte, foi do Tesouro Nacional. E agora José? O que dirá? Em todo lugar sempre tem aquele mais realista do que o Rei. Tenho a impressão que o Pref. Anilton não tenha dado relevância a uma nota de rodapé de um artigo semanal informando a receita líquida auferida pelo Município em determinado mês com as transferências, mesmo porque não creio que ele com tantas atividades perca seu tempo com uma crônica semanal e uma nota de rodapé. 


 


A Nota resposta é deselegante por empregar expressões não compatíveis com quem lida com a coisa pública. Se minha informação, que é verdadeira, conforme transcrição acima,  fosse equivocada, bastaria uma informação por e-mail que eu faria a retificação no artigo seguinte, no de hoje. Pronto, nada mais. A intolerância é que não deixa acontecer.


 


Ozildo na apresentação da matéria com competência peculiar a quem se dedica ao jornalismo foi logo dizendo: “A resposta ao Advogado foi dura”. Da nota extraio algumas referencias: “O advogado Fernando Montalvão especialista em gestão pública….”.  Não sou especialista em gestão pública e nem em finanças públicas. Dois parágrafos adiante transcritos são de uma intolerância a toda prova:  “Agora, para que a democracia seja aplicada em sua totalidade, antes de tudo, é necessário que as informações divulgadas sejam coerentes, que tenham sustentação, ou que no mínimo estejam corretas, porque do contrário não teremos formadores de opinião pública, mas sim meros divulgadores de informações levianas e irresponsáveis. “A divulgação nos leva a duas conclusões, ou quem transmite terminações de prejuízos à comunidade onde vive, ou é incompetente o suficiente para não saber o que está


informando”.


 


Em Paulo Afonso parece que o palanque eleitoral não foi desarmado e tudo se transforma em um fato político. Embora tenha admiração pessoal e profissional pelo Prefeito Anilton, nas eleições que ele concorreu eu não dei meu voto a ele, reservando-me, no meu direito de cidadania, de votar em quem eu bem entendesse sob que pese o fato já confessado, de Anilton haver me prestado um grande favor pessoal.”


 


Esporadicamente teço algumas críticas a Administração de natureza construtiva e sem posicionamento político partidário, de grupo ou de pessoas. O faço como mero cidadão preocupado com o desenvolvimento de Paulo Afonso e da Região, mesmo porque, crescendo Paulo Afonso, o carro chefe, terei maior oportunidade de expansão para minhas atividades profissionais e para o meu escritório.  Como a Nota Resposta carreou consigo algumas descortesias que não me são afeitas, sem pretender a atingir a suscetibilidade da Administração Municipal, tenho a dizer que a informação que passei é verdadeira porque extraída de página de site oficial, acima e abaixo transcrita, qual seja, o valor líquido creditado ao Município no mês de abril a título de transferências da União e Estado foi de R$ 10.453.163,63.


 


Se isso não é verdadeiro, não��������Y,�� ��

OZILDOALVES.COM.BR – CONTATO


Mensagem enviada através do site


Em 9/5/2009 – 5h17m


 


Nome: Montalvão


E-mail: [email protected]


 


Mensagem: RESPOSTA A RESPOSTA.


 


Eu tenho comigo uma prática diária de logo pela manhã acessar as páginas na Internet dos jornais locais, o de Ozildo Alves, o PAN e os blogs de Antonio Almeida, Dimas Roque e Agnelo, dentre outras publicações eletrônicas de caráter regional e hoje, sexta-feira, 08.05, me deparei no site de Ozildo com a seguinte manchete: “Prefeitura desmente informação de Montalvão sobre a receita do Município”.


 


Devo dizer que para mim foi uma surpresa pois no artigo publicado no PAN, sob o título ALGUNS TEMAS, edição de 01.05.2009, em nota de rodapé – RECEITAS – apenas transcrevi dados extraídos da página do BB na Internet e fornecidos pelo Tesouro Nacional, onde estão declaradas as receitas transferidas pela União e o Estado ao Município de Paulo Afonso  no mês de abril. No endereço que segue, logo no cabeçalho e na parte final da página, o leitor encontrará o seguinte:


 


(https://www13.bb.com.br/appbb/portal/gov/ep/srv/daf/index.jsp)


 


SISBB – Sistema de Informações Banco do Brasil – 08/05/2009 DAF – Distribuição de Arrecadação Federal – 12:26:19


 


PAULO AFONSO – BA


 


TOTAL DOS REPASSES NO PERIODO


                   <

WhatsApp

Conteúdo 100% exclusivo e em primeira mão, que você só vê no PA4!

VEJA MAIS

COMENTÁRIOS

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

WhatsApp

Conteúdo 100% exclusivo e em primeira mão, que você só vê no PA4!

WhatsApp

Conteúdo 100% exclusivo e em primeira mão, que você só vê no PA4!