5 de julho de 2022

Drogas e Prostituição: Uma Realidade em Paulo Afonso

O tráfico de drogas e a prostituição entre adolescentes são problemas já conhecidos e sem perspectiva de solução em Paulo Afonso. É cada vez maior o número de adolescentes fazendo programas em diversos pontos de nossa cidade.

A prostituição em Paulo Afonso vigora nos quiosques, mesas de bar e nos bairros. Recentemente uma mulher que também é prostituta, foi presa em flagrante no BTN por “agenciar” uma menor de 14 anos. Outro caso investigado pela Delegacia da Mulher culminou na prisão de um comerciante, que até pouco tempo atrás, mantinha uma loja de roupas no centro de Paulo Afonso. Jovens de18 e 19 anos estavam sendo levadas para São Paulo, para trabalhar em uma pousada e lá ficavam em “cárceres”, sendo obrigadas a se prostituir.


 


Essa realidade cada vez mais comum em Paulo Afonso chamou a atenção da pauloafonsina Josélia Mariano, que por e-mail enviou o seguinte texto:


 


OZILDOALVES.COM.BR – CONTATO


Mensagem enviada através do site em 1/5/2009 – 13h17m


=============================================================


 


Nome: Josélia Mariano de Andrade


E-mail: [email protected]


 


Mensagem: Ozildo,


 


Tinha que ter o toque de recolher aqui em PA mesmo, como está acontecendo em algumas cidades do interior paulista. Só o que se vê nas ruas, à noite, são drogados e prostitutas. Mas não são prostitutas quaisquer não: São garotas, as chamadas “patricinhas” que, para as suas famílias, são moçoilas indefesas, virgens mesmo!


 


Elas andam aos bandos, usando calças justíssimas, com strecht, sem cós, com a cintura sobre a genitália, deixando à mostra tatuagens em lugares sugestivos: no início da região glútea e na parte frontal, a caminho da virilha. Geralmente, usam roupas de griffe e celulares importados.


 


A maioria não tem qualquer ocupação, ou seja, não trabalham.  Não é difícil identificar essas “moças”: elas andam em grupos, sentam-se à mesa com as “coleguinhas” e um bando de rapazes. Bebem, divertem-se, falam alto e dão gargalhadas sonoras. Frequentam os “barzinhos de elite”, usam perfume importado, cabelo hidratado e “chapado”, maquiagem forte, bijouterias com designer de jóias verdadeiras, unhas bem tratadas e, na bolsa, o “KIT PROSTITUIÇÃO”: “bolinhas” tailandesas, em sabores de frutas (a de morango é a predileta dos clientes), preservativos, e outros acessórios sadomasoquistas…Nas suas “investidas”, clientes que exibam roupas de griffe e carrões (não necessariamente com dinheiro, isso pra elas é necessário, mas não imprescindíveis!).


 


Ah, elas são adeptas do SWING ou do MÉNAGE-A-TROIS. Tem uma outra leva de vadias aqui, mas essas são as mais “fracas”: se prostituem até por uma “biata de cigarro”: são as que vendem o


corpo por extremo prazer da “vida louca vida”. Finalizando, existem as miseráveis, que se prostituem para arrumar o pão de cada dia e se vendem por míseros reais ou um pedaço de pão. geralmente, tem irmãos, pai e mãe, que ficam rondando o “comércio” da filha e exigem que ela “trabalhe” para ajudar no orçamento doméstico.


 


Quanto aos drogrados, essa é uma realidade presente em todas as classes sociais de PA: Existem os “maconheiros”, que são paupérrimos, desempregados, vivem nos guetos da cidade e, em sua maioria, só fazem mal a si mesmo; existem os mauricinhos – playboys com carrões, roupas de griffe, celulares de ultima geração, também não tem qualquer tipo de ocupação, são


sustentados pelos pais e exibem look contemporâneo: cabelo repicado, com tratamento de “luzes” nas pontas e muito gel, para dar aquele toque “assanhado”. Em sua maioria, exibem os carrões do pai e fazem uso de droga pesada mesmo: cocaína, pra eles, já é coisa do passado e o crack é algo que ainda está “IN”; só estará “OFF” quand��������ù#�� ��

O tráfico de drogas e a prostituição entre adolescentes são problemas já conhecidos e sem perspectiva de solução em Paulo Afonso. É cada vez maior o número de adolescentes fazendo programas em diversos pontos de nossa cidade.

A prostituição em Paulo Afonso vigora nos quiosques, mesas de bar e nos bairros. Recentemente uma mulher que também é prostituta, foi presa em flagrante no BTN por “agenciar” uma menor de 14 anos. Outro caso investigado pela Delegacia da Mulher culminou na prisão de um comerciante, que até pouco tempo atrás, mantinha uma loja de roupas no centro de Paulo Afonso. Jovens de18 e 19 anos estavam sendo levadas para São Paulo, para trabalhar em uma pousada e lá ficavam em “cárceres”,

WhatsApp

Conteúdo 100% exclusivo e em primeira mão, que você só vê no PA4!

VEJA MAIS

COMENTÁRIOS

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

WhatsApp

Conteúdo 100% exclusivo e em primeira mão, que você só vê no PA4!

WhatsApp

Conteúdo 100% exclusivo e em primeira mão, que você só vê no PA4!