5 de julho de 2022

Presidiário de Paulo Afonso é acusado de matar policial

Um homem, identificado como Alex, está sendo a principal suspeita de matar o policial militar Josevaldo Santos Murici, 43 anos, em Feira de Santana no último domingo, 12.
De acordo com o delegado que apura o caso, Madson Sampaio, o suspeito estava preso no presídio de Paulo Afonso, de onde aguarda informações sobre a sua situação.


A informação da polícia militar é de que o criminoso seria presidiário e teria sido beneficiado com o indulto para passar a Semana Santana em casa. Este benefício é concedido apenas a presos que atendem condições determinadas em lei, entre elas a de ter bom comportamento nos últimos seis meses. Segundo o major, Alex deveria ter voltado nesta segunda à prisão, mas não o fez. Ele está sendo procurado pela polícia.


O delegado confirmou que Alex foi identificado por testemunhas como o autor do crime. “Oficialmente, não foi possível ouvir ninguém ainda, porque há um clima de comoção muito grande dentro da corporação”, afirmou.


O crime aconteceu no início da noite do domingo, 12, quando o policial Josevaldo, fora do serviço, tentou apartar uma confusão que aconteceu próximo a um bar de propriedade de sua tia.


De acordo com o major Vanderval Ramos, subcomandante do 1º Batalhão de Polícia Militar, algum tempo depois da confusão, um homem identificado apenas como Alex abordou Josevaldo e atirou contra o policial, atingindo-o na garganta. O major conta que Alex conhecia a vítima

WhatsApp

Conteúdo 100% exclusivo e em primeira mão, que você só vê no PA4!

VEJA MAIS

COMENTÁRIOS

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

WhatsApp

Conteúdo 100% exclusivo e em primeira mão, que você só vê no PA4!

WhatsApp

Conteúdo 100% exclusivo e em primeira mão, que você só vê no PA4!