3 de julho de 2022

Escola Agrotécnica de Jeremoabo – Abandono ou Descaso?


Abandono s. m. 1. Acto ou efeito de abandonar. 2. Desprezo em que jazem as pessoas ou as coisas. 3. Renúncia, cessão, desistência.


Descaso – desatenção


 


Passam os dias, meses e ano e o problema continua. Inaugurada em 2004, a ESCOLA AGROTÉCNICA DE JEREMOABO/BA, construída com recursos da Fundação José Carvalho, da VITAE – Apoio à Cultura, Educação e Inovação Social, em parceria com o Governo da Bahia, através da Secretaria de Educação de Educação, atravessa um dos piores momentos desde a sua fundação.


 


Após a desistência da parceria por parte da Fundação José Carvalho com o Estado (abril 2008), segundo informações de professores, a Escola Agrotécnica perdeu o seu perfil de qualidade antes existente. A falta de professores capacitados para áreas específicas deixou de existir, suporte para manutenção da escola foram reduzidos, débitos junto ao comércio foram contraídos onde até o momento alguns não foram sanados, animais passam fome, falta-lhes medicamentos, plantas morrem por falta d´água, alunos encontram-se prejudicados com a conclusão do curso, onde várias turmas não concluíram o ano letivo de 2008 devendo fechar o calendário (duas unidades) este ano (2009) caso venha a funcionar, além de outros problemas administrativos existentes.


 


Três diretoras já passaram pela a administração: Janice, Solange e professora Cláudia que ontem (7) passou o cargo para a nova diretora a professora Maria Luzia dos Santos Silva, que terá o mesmo desafio de reconduzir. Será um trabalho árduo, a qual, poderá conviver com os mesmos problemas encontrados pelas suas antecessoras, caso não venha a ser apoiada pelo o Governo do Estado, Secretaria de Educação do Estado e DIREC-10 (Paulo Afonso) a qual é subordinada.


 


A instituição abriga em média mais de 300 alunos de toda a região em regime de semi-internato, sendo oferecida aos mesmos todas as condições para sua formação técnica, além da assistência médica e alimentação.



Neste momento de “descaso ou abandono” pelas as informações que são passadas pelos os dirigentes, apresentamos a seguinte sugestão: porque não manter contato com a diretora da “APSB” – Associação dos Prefeitos do Sertão da Bahia, hoje sob a Presidência do Padre Teles da cidade de Santa Brígida, para que os problemas hoje existentes sejam discutidos entre os prefeitos e, que estes, sejam analisados a viabilidade dos mesmos se tornarem parceiros da escola, já que vários alunos que estudam na escola são oriundos das cidades que fazem parte da Associação? Que as reivindicações do Corpo Diretivo, professores, alunos e pais, sejam levadas ao conhecimento do Governador Jaques Wagner e da Secretaria de Educação do Estado da Bahia.


 


Mas, em meio a tudo isto, a natureza se encarrega de dar um brilho chamando à atenção de quem passa na BR-110, com suas lindas flores que ornamentam a escola, talvez, despertando a curiosidade dos responsáveis, pedindo socorro para que não a deixem morrer.


 


De tudo isto, a lição que muitos devem aprender é a origem do provérbio chinês: “Se vires um faminto não lhe dê peixes, ensina-o a pescar?



 

WhatsApp

Conteúdo 100% exclusivo e em primeira mão, que você só vê no PA4!

VEJA MAIS

COMENTÁRIOS

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

WhatsApp

Conteúdo 100% exclusivo e em primeira mão, que você só vê no PA4!

WhatsApp

Conteúdo 100% exclusivo e em primeira mão, que você só vê no PA4!