5 de julho de 2022

Lorena Lima – Talento pauloafonsino ao mundo

Conversei com Lorena ontem pra saber um pouco mais dessa sua caminhada pela música e de sua participação no programa, que lhe rendeu telefonemas de pessoas emocionados de Moçambique, Genebra e Portugal, além de muitos recados de pessoas do país inteiro em seu Orkut.


 


Como começou essa sua caminhada pela música, quando foi que viu que tinha jeito? Ou mesmo nem percebeu, foi alguém que reparou.


 


Lorena Lima – Foi devagar. Eu comecei foi com uma música em homenagem a uma prima minha que morava lá em casa e com Izael, um cantor aqui de Paulo Afonso. Ensaiamos uma música rapidinho e cantei ela numa despedida da minha prima. Sempre também quando tinha festa na minha escola, Dia das Mães, por exemplo, Izael sempre era chamado pra cantar e ele sempre fazia aquela música comigo ou outras mesmo que a gente ensaiava. Aos 10 anos quando fui gostando da MPB, eu pedi pra minha mãe comprar um violão e com 10 anos mesmo eu comecei a compor.


 


Te vi na TV Diário no início deste ano. Como surgiu a sua participação?


 


LL – A gente sempre mandando os CDs para as TVs, ligou a produtora pra casa, chamando para o programa que foi o Noite e Companhia. Outra pessoa já no dia seguinte ligou dizendo que eu ia participar de outro programa, até pensei que era o mesmo e que tinham avisado duas vezes, depois me falaram que era outro, o Sábado Alegre. Ao chegarmos lá, a gente quis mostrar mais o trabalho para as produtoras e foi onde encontramos um produtor do programa Paz e Amor, que me chamou também.


 


Como surgiu o convite para a participação no programa Hoje em Dia?


 


LL – No ano passado, em abril, eu fiz uma música em homenagem a Isabela. Então como fez um ano da morte dela, o pessoal do Hoje em Dia quiseram fazer uma surpresa a Ana Carolina. Fizeram uma gravação na casa dela e ela dizia que dentre as lembranças, cartas e presente recebidos, um que ela mais gostava era a música. Através dos contatos que deixei no CD dado a ela, me chamaram pra fazer essa surpresa e fomos pra São Paulo.


 


Como foi pra você estar lá?


 


LL – Foi bom, principalmente porque conheci a Ana Carolina. Eu não esperava que isso acontecesse, então foi uma surpresa pra mim também.


 


Nos bastidores, como era a reação dos apresentadores e até mesmo da Ana Carolina com você?


 


LL – Os apresentadores eu só fui conhecer quando o programa estava no ar, ao vivo. Quando eu saí, fui pro camarim, aí Ana Carolina foi lá, tava até atrasada para o trabalho dela, conversou com a gente um pouquinho, tiramos fotos… Quando Ana Carolina saiu já tinha o carro da gente esperando, então nem tivemos tempo de ficar mais um pouquinho pra conhecer os apresentadores, até porque também fomos procurar a produção do programa da Eliana.


 


Quando fez a música Pequenina Princesa, você tinha a intenção de chegar até a TV?


 


LL – Não. Era uma música que eu fiz pra mim, pra minha família. Minha mãe foi que deu a idéia d’eu mandar pra ela. Só que eu ficava “meu Deus, será que ela vai querer escutar”, porque na situação que ela tava… Então a gente não tinha a intenção de alguma coisa assim, só mandar pra ela, mesmo.


 


Qual foi o caminho percorrido até que a música chegasse a Ana Carolina?


 


LL – A gente não tinha nem gravado a música e como o Orkut dela estava cheio de mensagens, ela não tava lendo no momento… Então minha mãe procurou alguém nos amigos dela, próximo a ela, que pudesse falar diretamente, não ela ler no Orkut. Minha mãe então achou um colega do trabalho dela, Luís, que logo falou a ela. Depois ela ligou aqui pra casa, mas eu não tava. No outro dia  ela ligou novamente aí eu falei com ela, cantei a música e ela pediu que gravasse a música de alguma forma e mandasse. Então gravamos, fizemos um clipezinho e mandamos.


 


Foi feito algum tipo de contato profissional em São Paulo, foi marcada ou gravada alguma participação em outro programa?


 


LL – Participei do programa da Eliana – Tudo é Possível, no quadro Debaixo do Chuveiro. Vai ao ar no próximo domingo, dia 12.


 


 


Segundo a mãe de Lorena, Tatiana, outras produtoras de outras emissoras a procuraram interessadas, lá mesmo em São Paulo. “Mas só poderíamos fazer alguma coisa depois de passar esse tempo da Record, pois foi ela que arcou com todos os nossos custos. Agora é respeitar o tempo, esperar passar este momento, pois com certeza outras oportunidades surgirão. Tem muita coisa ainda, mas não tivemos tempo de organizar isso. A TV Diário ligou e querem novamente Lorena lá. Eles estão se organizando e dessa vez vão custear nossa ida”, disse Tatiana.


 


 


Então não percam. Será que a mãe de Lorena vai levar um chuveirada? É esperar pra ver, é no próximo domingo, dia 12, no programa Tudo é Possível, da Rede Record.


Conversei com Lorena ontem pra saber um pouco mais dessa sua caminhada pela música e de sua participação no programa, que lhe rendeu telefonemas de pessoas emocionados de Moçambique, Genebra e Portugal, além de muitos recados de pessoas do país inteiro em seu Orkut.

WhatsApp

Conteúdo 100% exclusivo e em primeira mão, que você só vê no PA4!

VEJA MAIS

COMENTÁRIOS

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

WhatsApp

Conteúdo 100% exclusivo e em primeira mão, que você só vê no PA4!

WhatsApp

Conteúdo 100% exclusivo e em primeira mão, que você só vê no PA4!