6 de julho de 2022

Paulo Rangel diz que Jofre Caldas era o protetor das ações ilícitas praticadas pelo ex prefeito de Paulo Afonso

1ª Parte do Discurso do Deputado Paulo Rangel na Assembléia Legislativa do Estado da Bahia em 17/02/09:


 


“Sr. Presidente o que eu vou aqui colocar merecia ser no grande expediente desta Casa. Venho aqui nesse momento, registrar  que o Conselho Nacional de Justiça e o Tribunal de Justiça apuram denúncias  contra o Juiz Jofre Caldas,  da Comarca de Paulo Afonso.  Jofre Caldas um  bandido escondido através  de uma toga atua há bastante tempo na cidade de Paulo Afonso e que em Sapeaçu foi acusado de ser mandante da morte de um trabalhador rural, que em Eunápolis, foi acusado  de vários crimes como venda de sentença, assédio  sexual e outras práticas que depõem contra a ação do judiciário e que em Paulo Afonso havia se tornado um grande inimigo da sociedade.


 


            Quero aqui, inclusive, registrar, deputado Gildásio Penedo que na inauguração da Delegacia da Mulher fiz um discurso olhando para esse juiz e para delegada. Disse-lhe: delegada,  algo que tem que ser combatido em Paulo Afonso é o assédio sexual feito por determinadas autoridades. E autoridade que hoje ocupa talvez um dos cargos mais importantes.


 


            Mas para nossa  vergonha, os crimes apurados contra o Juiz Jofre sempre foram arquivados. A deputada Fátima Nunes  conhece o padre Teles e nesse momento quero elogiá-lo pela coragem de ter denunciado esse juiz, que o chantageava inclusive fazendo a sua feira na cidade de Santa Brígida. Juiz que não podia ver uma mulher bonita que a convocava para trabalhar no seu escritório. Se ela não fizesse concessão de ordem sexual ele a demitia.


 


            E assim, deputado Waldenor, recebi várias denúncias contra esse Juiz. Entretanto, por ser acusado de mandantes de crimes,  as pessoas tinham receio de denunciá-lo. Diga-se de passagem, um outro juiz de Paulo Afonso nesse momento o acusa de ter ameaçado de morte. Dessa forma essa questão é muito séria.


 


            O juiz  investigado, inclusive, era o protetor  das ações ilícitas praticadas pelo ex prefeito de Paulo Afonso, protegia o mesmo de possíveis denúncias de assédios sexual e moral- juiz esse que já tinha várias denúncias contra ele, mas que continuava e, espero que não mais continue, escondido atrás de uma toga. Esse sim é o maior bandido.


            O deputado Álvaro Gomes disse aqui que tem juiz preocupado em dar peso para votantes  de acordo com a sua formação acadêmica e cultural. Penso que as penas maiores deveriam ser para aqueles  que detém responsabilidade pública, a exemplo desse juiz de Paulo Afonso. Eu nem mais o cumprimentava.


 


            Nesta ação está indignada toda classe política de Paulo Afonso. Os Deputados Luiz de Deus, José Carlos Aleluia, Mário Negromonte e esse deputado que vos fala. O que não podemos é deixar acontecer o que aconteceu em Sapeaçu. Ele foi acusado pela morte de um trabalhador rural, 33 pessoas testemunharam, 90% o acusaram de ser o mandante e o crime foi arquivado. Será que vai vão ser arquivados mais uma vez, deputada Fátima Nunes?


 


            Então, faço aqui um apelo ao Tribunal  de Justiça da Bahia, ao Conselho Nacional de Justiça para que faça justiça, a fim de que as pessoas se sintam de fato representadas por esse Poder que tem como função principal fazer justiça e não deformá-la ao ponto que a deformaram.


 


            Muito obrigado.


            (Não foi revisto pelo orador)


E-mail enviado pela Assessoria do Deputado Paulo Ragel (PT)

WhatsApp

Conteúdo 100% exclusivo e em primeira mão, que você só vê no PA4!

VEJA MAIS

COMENTÁRIOS

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

WhatsApp

Conteúdo 100% exclusivo e em primeira mão, que você só vê no PA4!

WhatsApp

Conteúdo 100% exclusivo e em primeira mão, que você só vê no PA4!