Vigilância Sanitária fiscalizará venda de carne clandestina nas feiras livres e mercados públicos de Paulo Afonso

Por REDAÇÃO - PA4.COM.BR, com informações da ASCOM/PMPA | 22 de julho de 2019 às 22:25




 

 

Com o objetivo de alertar a população de Paulo Afonso sobre o risco de consumir carne clandestina, representantes de órgãos municipais e estaduais se reuniram para definir as ações de fiscalização nas feiras livres e mercados públicos. A informação é da Assessoria de Comunicação da Prefeitura de Paulo Afonso.

 

Segundo o órgão, na reunião ficou acordada a intensificação das ações de fiscalização de cada órgão, de modo a reduzir, ao menor nível possível, a comercialização e o consumo de carnes clandestinas, minimizando os riscos à saúde da população.

 

Peça publicitária da PMPA. Foto: Ascom/Prefeitura de Paulo Afonso

A Vigilância Sanitária, órgão da Secretaria Municipal de Saúde, adverte que, ao comprar carnes, o consumidor deve observar se o local oferece garantia de segurança, se os produtos estão bem acondicionados e, principalmente, se possuem o Selo de Inspeção Municipal (SIM), Estadual (SIE) ou Federal (SIF). Os selos atestam a qualidade do produto, conforme previsto na Portaria MARA nº 304/96, orienta a prefeitura.

 

Segundo as equipes fiscalizadoras, a ingestão de produtos obtidos a partir do abate clandestino, sem a devida inspeção veterinária oficial, pode causar intoxicações alimentares e ser veículo de transmissão de doenças dos animais aos seres humanos. Entre essas doenças que podem causar transtornos e até a morte, estão: teníase e cisticercose, tuberculose, brucelose e toxoplasmose.




 

10 pensamentos em “Vigilância Sanitária fiscalizará venda de carne clandestina nas feiras livres e mercados públicos de Paulo Afonso”

  1. UHM, AGORA DÁ PARA SENTIR FIRMEZA.

    Vamos lá, leiam, se atentem.
    1- Carnes expostas ao relento sem a mínima proteção às moscas e outrosintempéries;
    2- Mesas onde cortam carnes em madeiras a ANVISA tem as normas para isto;
    3- Carnes desfrigorificadas ao longo do dia, teria que ser armazenada em balcões e ou expositores resfriados.
    4- Verifiquem o estado geral do local, sem azuleijamento, pisos, atestado de saúde válido de quem manuseia as carnes;
    5- Quem manuseia as carnes é o mesmo que atendem fumando, cortam a carne e pegam no dinheiro e outra grandes irregularidades.

    Ora, a visitação primeira deveras ser de instruções e dado o prazo de cumprimento das normas apesar de já ser de conhecimento de que é o comerciante.

    NÃO FAZER VISTAS GROSSAS.

  2. Tantas irregularidades na feira e só verificaram isso? O uso de sacolas improprias para alimentos é de uso comum, não apenas na feira como em mercadinhos nos bairros é um exemplo da falta de fiscalização dessa vigilância sanitária que de tão ausente eu desconhecia que existia em Paulo Afonso.

    1. Sim, quando você dá um tapa numa varejeira e estora sai um bocado de larvas que seriam injetadas nas carnes em geral.
      Se liga meu povo, os alimentos que comemos destas feiras livres são digna sim do povo VENEZUELANO e não do Brasil.

  3. Já pensou aqueles pequenos comerciantes de carnes em geral … que pegam pequenas porções para retalhar na feira galináceos, ovelha, cabrito, boi, e ficam sem refrigeração por longos tempos inclusive que já rececados com o tempo e já entra na fase de decomposição.
    Como bem disse o…si em cima, moscas varejeiras entupidas de larvas, cães em volta das carnes, pássaros tipo pardal defecando bem como pombos.
    Ora Sr prefeito e secretário da pasta, vocês são os verdadeiros culpados desse crime de vigiar a saúde do povo.

  4. Peço ao conselho tutelar que vá na feira do BTN no domingo, lá tem muitas crianças em meios aos adultos na bebedeira, as próprias mães que levam, e muitos sozinhos pedindo e fazendo coisas erradas.

  5. Sem contar com o caminhão que transporta a carne do matadouro até o consumidor sem refrigeração uma seboseira ia vigilância sanitária não ver isso.

    1. Deixa de ser linguarudo, o caminhão serve para tudo, transporte de couros, transporte de ossos, transporte de restos de rejeitos internos dos animais para não pronunciarmos, Bosta.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

  • Telefone: 75 3281.9421
  • E-Mail: comercial@pa4.com.br
© 2015-2016. Todos os direitos reservados.