Vereador reage contra decisão da CHESF de tirar 40 familias das proximidades do lago da PA IV, no Centenário

Por Assessoria de Comunicação da Câmara - Luiz Brito | 4 de novembro de 2019 às 23:00

A ação motivada pela  CHESF tem prazo de trinta dias para eles deixarem as casas.  Diante da notícia a  Câmara se manifestou imediatamente em solidariedade com ás famílias que  estão na eminencia de perder o teto. O vereador Jean Roubert, que também e advogado levantou a questão na sessão ordinária desta segunda-feira, 04,  e disse que está ultimando os preparativos para interceder em favor das famílias.

 

“Está todo mundo chorando como se tivesse perdido um parente. É muito triste ver todos os moradores ter que saírem de suas casas, com seus filhos pequenos. Nós gostaríamos que  a Câmara de Vereadores  se manifestasse, disse uma moradora.”

 

Jean disse  que fará o que for possível  para que a situação nos moradores da rua da Paz, no Centenário seja normalizada o mais breve possível. Os 11 vereadores presentes à sessão desta segunda-feira, também marcaram seus posicionamentos contrários a decisão da CHESF e foram unânimes em apoiar a luta em defesa das famílias. Jean confirmou que estará na manhã desta terça-feira, 05, a partir das 08 horas no estúdio da rádio Betel FM, 104,9 para reiterar sua manifestação contrária à Chesf.

 

 







22 pensamentos em “Vereador reage contra decisão da CHESF de tirar 40 familias das proximidades do lago da PA IV, no Centenário”

    1. (Invasões = favela) Isso é ouro para político populista, nesse local pessoas vivem sem infraestrutura, sem condições mínima de habitação, sem educação e consequentemente se tornam possíveis eleitores desse que fez o “bem”, política do populismo. Não respeitam as normas de engenharia e vai virando uma cidade desorganizada.
      Cadê que o populista cadastra essas famílias para que as mesmas possam ter condições mínimas de ter uma habitação digna?
      Essa doença está em todo Brasil, 40 famílias, eles olham apenas como votos, morar em lugares subdesenvolvidos é legal, quando você mora no melhor bairro da cidade, hipócrita.

  1. Parabéns Jean pela luta em prol dos mais necessitados, so alguem que realmente sente na alma a dor do seu próximo,entra nessa luta contra uma empresa “poderosa”, Jesus o usará como instrumento para vencer essa batalha. Muita luz!

  2. Vai ficar pior, hj o presidente Jair … n’água vai assinar o projeto de lei da privatização da eletrobrás. Eaí caros cidadãos, vai ficar pior!! Pq empresa privada não perde capital pra ninguém. Em relação disso que está acontecendo no centenário, o mais intrigante é que as invasões do bairro Alves de Souza ninguém quer mexer né? Pq será?! Hipócritas!!!

  3. Precisa ser retirado para a segurança sim, mesmo sendi invasao deve-se providenciar outras moradias para essas familias. Afinal se foram morar ali nao tiveram outra opçao de morada. Mas precisa sim ali ficar área privada de Segurança. Que cumpra-se pela Segurança de todos nós Paulo Afonsinos. 👏👏

  4. O que me deixa triste é ver vereadores , querer tirar proveito político , das pessoas que estão desesperados , em ter que sair ,de um local , que é proibido por Lei , morar próximo das barragens , acho que os vereadores , que está sensível , pela situação dos moradores próximo , da barragem , deveria solicitar ao prefeito , uma solução , por exemplo , o programa de Minha Casa Minha vida , ou a prefeitura , construir casas para essas pessoas .

    1. Deixa de ser babaca rapaz , esses moradores estão lá a mais de 30 anos ! Agora que a Chesf veio se preocupar com essa barragem . Direitos tem que ser igual , se é pra sair , vamos sair , agora tirem os moradores das mansões na beira da barragem do lado do Jardim Bahia tbm .

  5. O pior que é mesmo. Na Vila nobre aqueles terrenos foram invadidos, tem até roça. Na fazenda chesf, bairro industrial, Prainha e tals…. a chesf tá quebrada e não tem ninguém pra fiscalizar nada…. NAO TEM DINHEIRO PRA FAZER INVESTIMENTO EM NADA! O que tá errado e que tem família que moram nesses terrenos invadidos há mais de 20 anos…. jan… bote 20 anos nisso… eu sou a favor que essas familias sejam idenizadas… porque não impediram a construção logo antes???? Dae o cara comprou o terreno sem escritura, gasta uns 80 mil pra construir sua casa e agora a chesf quer tomar???? Tem que indenizar mesmo!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

  • Telefone: 75 3281.9421
  • E-Mail: comercial@pa4.com.br
© 2015-2016. Todos os direitos reservados.